Com 20 homicídios nas costas, líder do tráfico em Madre de Deus se escondia em Sergipe

Pelo menos 20 homicídios, tráfico de drogas, distribuição de armas e liderar uma facção na cidade de Madre de Deus são as acusações contra Cauan Pitangueira Guedes Silva, 28 anos. De acordo com a polícia, há cerca de 1 ano e meio ele era investigado e fugiu para Aracaju, estado de Sergipe, de onde continuou dando ordens para os seus comparsas.

Na manhã de segunda-feira (5), Cauan voltou para Bahia e equipes da 17ª Delegacia Territorial (Madre de Deus), da 10ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Candeias) e da Coordenação de Operações Especiais (COE) foram informadas. Um cerco foi montado, mas, num primeiro momento, o acusado conseguiu escapar.

Já no período da tarde, Cauan estava dentro de um carro com destino final a Rodoviária de Salvador, mas guarnições da 10ª CIPM fizeram a interceptação e prisão do foragido da Justiça. Com ele foram apreendidos uma pistola fabricada na Argentina calibre 9 mm, carregador e munições. O homem prestou depoimento e foi encaminhado para o sistema prisional.