Oceanos: plásticos descartáveis estão na mira de ambientalistas

Na tarde desta sexta-feira (8), a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e a ong Rede Viva Mar Vivo realizaram o lançamento da campanha O mar não está para plástico, na Casa da Música, na Lagoa do Abaeté. Com a palestra Mobilização social no combate a poluição nas zonas costeiras, o consultor técnico João Malavolta, ambientalista e colaborador da ONU no projeto Mares Limpos, falou sobre o tema e tirou dúvidas dos voluntários inscritos para a campanha de limpeza de praias e conscientização.

O ambientalista informou que estimativas de estudiosos internacionais apontam que são despejados nos oceanos entre oito e 12 toneladas de plástico por ano. “Esse resíduo que hoje se encontra no mar vem do abandono, intencional ou não, do lixo, ou seja, do descarte incorreto, esse lixo é carregado por fatores atmosféricos, levado para sistemas de drenagem, cursos d´água, praias, e levado para o mar”, explicou.

Segundo ele, 25 países já contam com legislações nacionais ou locais para o banimento de plásticos de uso único – os descartáveis. “São usados por menos de um dia e levam 400 anos para se decompor”, disse.

Outra grande preocupação são os microplásticos. “Dizemos que são microplásticos e macroproblemas. São pequenos fragmentos da degradação de outros plásticos maiores, ou de fabricação, como os contidos em cosméticos. Esse material entra na cadeia alimentar da fauna marinha e já está demonstrado que chega ao nosso prato”, explicou Malavolta.

As reflexões do ambientalista serão transformadas em ação nas coletas de lixo e conscientização que acontecem nos próximos três sábados em Salvador, nas praias de Piatã e Itapuã (09/02), Boa Viagem (16/02) e Buracão (23/02), sempre às 9h. Para a primeira ação, estão inscritos 87 voluntários, mas ainda é possível se inscrever na hora (saiba mais).

Também participaram do evento, o coordenador de Gerenciamento Costeiro da Sema, Rosalvo de Oliveira júnior, o presidente da ong Rede Viva Mar Vivo, Willian Freitas, o professor de oceanografia e ativista José Rodrigues, que participa da ação Fundo da Folia, de limpeza do fundo do mar nas praias da Barra, e representantes do Grupamento do Bombeiros Militares da Bahia – GMar, que também é parceiro da ação.

Ultimas Noticias

Pokémon Go: motorista flagrado pela polícia no acostamento jogando com oito...

Um policial do estado de Washington, nos Estados Unidos, parou para ajudar o que ele pensava ser um veículo quebrado e encontrou outra coisa:...

Tentativa de feminicídio: mulher é esfaqueada pelo marido em Juazeiro; acusado...

Com um mandado de prisão em aberto por tentativa de feminicídio contra a ex-companheira, Raimundo Nonato dos Santos, foi preso, nesta sexta-feira (16/08), por...
FGTS

Maior rendimento do FGTS exige atenção na hora do saque

A distribuição de 100% dos lucros do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) exigirá planejamento do trabalhador que sacar tanto os R$...

Carro voador pode chegar ao mercado nos próximos 5 anos

A empresa japonesa Nec Corp testou um carro elétrico em Tóquio, Japão, em uma ocasião que lhe permitiu demonstrar a viabilidade do projeto...
Publicidade