Belfort confirma retorno ao MMA e é contratado por concorrente do UFC

Vitor Belfort está de volta ao MMA. Após anunciar a sua aposentadoria dos octógonos em 2018, o ex-campeão do UFC voltará a lutar, mas agora pelo ONE Championship, que anunciou a contratação do brasileiro, de 41 anos, durante evento realizado pela entidade em Las Vegas. Belfort não luta desde maio, quando competiu pela última vez no UFC, perdendo para o também brasileiro Lyoto Machida por nocaute no segundo round. Mas no fim de 2018 havia indicado a possibilidade de retornar aos octógonos, algo que agora se concretizou.

“Estou nesse esporte desde os 19 anos e tenho a sorte de testemunhar seu crescimento e evolução na primeira fila. Sou grato a tantos por esta incrível oportunidade. O ONE Championship é o lar das artes marciais e pretendo me tornar um campeão mundial na frente de alguns dos melhores fãs de artes marciais do mundo”, disse Belfort.

A sua contratação é vista como estratégica para o ONE Championship expandir seu mercado na América do Sul, especialmente porque a organização está mais concentrada na Ásia. E já vinha chamando a atenção por recentemente ter contratado outros nomes de peso, como Demetrious Johnson e Eddie Alvarez.

“Vitor é, sem dúvida, um dos maiores nomes do MMA. Ele é uma lenda em todo o mundo, e estamos felizes em tê-lo como um expansão para a América do Sul”, disse Chatri Sityodtong, CEO do ONE Championship.

Com 26 vitórias, sendo 18 por nocaute, e 14 derrotas no seu currículo, além de uma luta sem resultado, Belfort é visto como uma das primeiras grandes estrelas do MMA no mundo. Ele ingressou no UFC em 1997 e se tornou campeão em 2004 do peso meio-pesado.

O brasileiro chegou a ficar afastado do Ultimate de 2005 a 2009, período em que lutou por outras organizações, como o Pride, então muito conhecido na Ásia. Mas passou a última década competindo no UFC, sendo que conquistou oito vitórias nesse período. Porém, perdeu os três combates que valiam cinturões.