Dólar supera R$ 3,80 com estresse sobre Previdência e prisão de Temer

O mercado de câmbio à vista voltou a negociar o dólar acima dos R$ 3,80, em nova máxima aos R$ 3,8085 (+1,09%) na manhã desta quinta-feira, 21. O mercado busca proteção em função das notícias sobre a reforma da Previdência: não há relator, parlamentares ainda vão avaliar o projeto dos militares, para só depois escolher o relator. Isso faz com que o mercado fique na defensiva.

“E a prisão do ex-presidente Michel Temer, além de mandados de prisão do ex-ministro Eliseu Padilha, entre outros, em nova força tarefa da Lava Jato também fazem o mercado sair zerando posição vendida porque não sabe onde podem respingar”, resumiu o operador José Carlos Amado da Necton Investimentos.