Levantamento do Detran aponta que motos lideram acidentes na RMS

A Escola Pública do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) fez um levantamento sobre acidentes baseado nos depoimentos de quase três mil vítimas e familiares, de Salvador e região metropolitana, entre 2016 e 2018.

Os números apontam os homens como as principais vítimas no trânsito, com 71% das ocorrências. As mulheres aparecem com 29%. Os veículos mais envolvidos em acidentes foram as motos, citadas em 52,5% dos depoimentos, enquanto os carros pontuaram 32,5%. Ônibus e outros veículos foram 15%. Entre os acidentados, 46% eram condutores, 34% estavam na condição de pedestres e 20% eram passageiros.

O levantamento mostra ainda que o tipo de acidente de maior incidência foi a colisão, responsável por 39% dos casos, seguida do atropelamento, com 33%. No grupo de condutores, 44% não estavam usando os equipamentos de proteção obrigatórios (cinto de segurança e capacete).

“Esses números revelam que o combate à epidemia do trânsito não pode parar, e o Governo do Estado tem redobrado esforços nesse sentido. A partir desse levantamento, vamos elaborar novas ações educativas e de fiscalização, com foco nos motociclistas e pedestres, os mais vulneráveis nas vias”, declarou o coordenador de Segurança e Educação para o Trânsito do Detran, Carlos Moura.