“Viúva da Mega-Sena”: cabeleireira que matou milionário tem pedido de liberdade negado

Conhecida como ‘Viúva da Mega-Sena’, a cabeleireira Adriana Ferreira Almeida, que foi condenada pelo homicídio do marido, o milionário Renné Senna, acaba de sofrer mais um derrota na Justiça. Segundo informações do colunista Ancelmo Gois, do jornal ‘O Globo’, a 8ª Câmara Criminal do Rio negou o pedido de liberdade feito pelos advogados da assassina. Além de não conseguir a liberdade, agora a cabeleireira está perdendo na Justiça a disputa pela herança.

Renné Senna foi executado a tiros por dois ex-policiais militares, contratados por Adriana, em janeiro de 2007, em Rio Bonito, na Região Metropolitana do Rio. Ela foi condenada por ter ordenado a morte do marido após ele ter dito que iria a excluí-la do testamento, pois havia descoberto que estava sendo traído. Em fevereiro deste ano, o Tribunal de Justiça anulou o testamento que tinha sido assinado pelo milionário meses antes do crime, no qual Adriana era beneficiária de 50%.

- publicidade -

Ultimas Noticias

Uber completa cinco anos de Brasil com 2,6 bilhões de viagens

Há exatamente cinco anos, o Uber chegava ao Brasil, com sua proposta de oferecer caronas a qualquer momento por meio de um aplicativo de...
Mega-Sena

Mega-Sena acumula e vai pagar R$ 22 milhões no sábado

O concurso 2.170 da Mega-Sena não teve acertadores nos seis números sorteados nesta quarta-feira (17):  10, 21, 24, 36, 38 e 51.O prêmio ficou acumulado...

Instagram deixa de mostrar número de curtidas das postagens

Usuários da rede social Instagram no Brasil perceberam ontem (17) uma importante mudança. Entre os recursos da plataforma o número de “curtidas”, também conhecidas...

Governo quer reduzir alíquota do IR para máximo de 25%, diz...

O presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem (17) que o governo vai trabalhar por uma reforma tributária mexendo apenas em impostos federais, com perspectiva de...
Publicidade