Mulheres negras são destaque em espetáculo solo e debate no Teatro Vila Velha

Em mais uma edição do projeto Terças Pretas, o Bando de Teatro Olodum convida o espetáculo solo Rosas Negras, que terá um ensaio aberto no dia 28 de maio, às 19h, no Teatro Vila Velha (Campo Grande).

Na peça, a intérprete-criadora Fabíola Nansurê fala das questões e dramas das mulheres negras e contribui para a discussão e rompimento dos estereótipos que historicamente são atribuídos a elas. Logo após a apresentação, haverá um debate sobre as questões levantadas na obra, com mediação de Sara Cristina, administradora da página Desintoxicação do Romantismo, que reúne mais de 319 mil seguidores no Facebook e 148 mil no Instagram.

Com direção de Diana Ramos, Rosas Negras integra o projeto Natas em Solos, do Núcleo Afro Brasileiro de Teatro de Alagoinhas, o grupo NATA, companhia que celebra 20 anos de trajetória artística.

Unindo teatro e dança, Rosas Negras reverencia a ancestralidade feminina, coloca a mulher negra como protagonista da sua própria história, para empoderar mulheres e potencializar a autoestima e valorização das raízes afro-brasileira.

O Terças Pretas é uma iniciativa do Bando de Teatro Olodum para promover o diálogo entre as diversas linguagens da performance negra, em espetáculos que revelam o talento dos artistas negros brasileiros. Os ingressos custam R$10 (inteira) e R$5 (meia) – mulher negra paga meia – e já estão à venda na bilheteria e no site www.teatrovilavelha.com.br