Pauladas, pedradas e tiros: vendedor foi vítima de homofobia em São Caetano, denuncia amigo

Amigos e familiares de Thalysson Raymond Santos Silva, morto no bairro de São Caetano, em Salvador, acreditam que o jovem foi vítima de homofobia. O rapaz de 24 anos recebeu várias pauladas, pedradas e tiros na manhã de segunda-feira (24/06), por volta das 8h50, na Travessa Nova Camurujipe.

Em conversa com o Informe Baiano nesta quarta-feira (26/06), o produtor de moda Ives Pitanga, que era amigo de Thalysson, relatou que “ele estava voltando para casa depois de curtir o São João com os amigos dele”.

“Ele trabalhava vendendo os óleos de cabelo dele, ganhando seu dinheiro de forma honesta. É mais um crime de homofobia e que não pode passar impune, como muitos que vemos quase todos os dias”, desabafou Ives, que soube da triste notícia através das redes sociais.

“Estão dizendo que ele foi morto porque estava assaltando por lá, que a vítima reconheceu ele e a população fez justiça com as próprias mãos, o que não é verdade. Muitas pessoas conheciam ele e sabiam da índole que ele tinha”, concluiu Ives Pitanga.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o crime.

Foto: divulgação

Ultimas Noticias

30% acreditam que o desemprego vai cair no ano que vem,...

Em evento para homenagear o presidente da República, Jair Bolsonaro, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou pesquisa em parceria com Ibope que mostra...

Ivete Sangalo surge poderosa em clipe

Que Ivete Sangalo é um arraso ninguém duvida! E poucas como ela sabem causar! Hoje, Veveta usou seu Instagram para divulgar uma foto em que...

Câmara aprova produção nacional de insumos para doenças negligenciadas

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputado aprovou, hoje (11/12), por unanimidade, o Parecer do deputado Paulo Azi (DEM/BA) sobre o...

Por que os homens ainda vivem menos do que as mulheres?

As últimas gerações experienciaram o maior aumento da expectativa de vida da história dos primatas. Não só vivemos mais tempo, mas nunca antes as...
Publicidade