Dormir pouco aumenta o risco de cancêr e outras doenças

Dormir menos de seis horas diárias pode aumentar o risco de cancêr, doenças cardiovasculares, AVC (acidente vascular cerebral), e pode mesmo levar à morte precoce. Estes são os resultados de um novo estudo, publicado esta quarta-feira na revista cientifica Journal of the American Heart Association, que analisou o impacto do sono e doenças cardiovasculares e cerebrovasculares na mortalidade.

A equipe de investigadores, liderada pelo professor e psicólogo do sono Julio Fernandez-Mendoza, estudou 1.654 adultos entre 1991 e 1998. A amostra foi dividida em dois grupos: um deles composto por pessoas com hipertensão arterial ou diabetes tipo 2, e outro formado por pessoas que já tinham sofrido de uma doença cardíaca ou de um acidente vascular cerebral.

Das 512 mortes que tiveram lugar até ao final de 2016, um terço (cerca de 170 pessoas) foi causado por doença cardíaca ou AVC e um quarto (cerca de 128 pessoas) morreu por consequência de um cancêr.

De acordo com o estudo, o risco de morte por doença cardíaca ou AVC duplicou para aqueles com hipertensão ou diabetes que dormiam menos de seis horas por noite (em comparação com aqueles que dormiam mais de seis horas). No caso dos doentes cardíacos ou vítimas de AVC, o risco de cancêr triplicou para as pessoas com menos de seis horas de sono.

“O nosso estudo sugere que o sono normal pode ser protetor para algumas pessoas com essas condições e riscos à saúde”, disse Julio Fernandez-Mendoza em comunicado à imprensa norte-americana. Segundo o mesmo pretende-se, em futuras investigações, determinar se o aumento do sono por meio de terapias médicas ou comportamentais pode reduzir o risco de morte precoce.

“A curta duração do sono deve ser considerada um fator de risco útil para prever os resultados a longo prazo das pessoas com essas condições de saúde”, afirmou o psicólogo.

Bahia registra 1.833 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.833 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de (+0,6%) e 1.857 curados (+0,7%). Dos 301.248 casos confirmados desde o...

Hospital do Câncer em Caetité será entregue em novembro

Com 90% das obras concluídas, o Hospital do Câncer em Caetité será entregue em novembro desse ano, beneficiando moradores de 48 municípios do sudoeste baiano, que precisam...

Fundação José Silveira faz videoconferência sobre teleatendimento para reabilitação da pessoa com deficiência

As conquistas do teleatendimento para a reabilitação da pessoa com deficiência são o tema do webinar (videoconferência) a ser realizado pela Fundação José Silveira (FJS), por meio...

Justiça suspende trabalho presencial de médicos do INSS

A Justiça Federal no Distrito Federal (JFDF) suspendeu a volta ao trabalho presencial de médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A decisão vale para...