Presidente do PSL diz que apoia reivindicações dos PMs, mas não a greve

A deputada federal e presidente do PSL na Bahia, Professora , utilizou as nesta quarta-feira (09/10) para se pronunciar sobre a paralisação de policiais e bombeiros anunciada por uma das associações que representam a classe na Bahia. “Sou contra essa greve, mas apoio as reivindicações dos policiais. Eu não estou fazendo apologia à greve, mas não sou a favor da falta de respeito do com os policiais”, disse a parlamentar baiana.

A parlamentar ainda fez um questionamento: “Quando se fala em pasalisação da polícia, como é que a sociedade fica? Fica com muito, mas muito medo. Se nós ficamos com medo é porque a gente sabe que sem as polícias na rua nós não somos nada. Mas será preciso decretar uma greve para que a sociedade perceba isso?” indagou.

A deputada federal ainda salientou que “os braços cruzados do estado ainda vigoram, e a sociedade precisa estar ao lado dos policiais nesse momento. Os policiais precisam de salários dignos e melhores condições de trabalho. O policial da Bahia é tão vítima quanto quem está sem o direito de ir e vir por conta de uma greve. O Rui Costa, neste governo arbitrário, não pensa em nossa população de bem”.

Covid-19: Brasil tem 1,2 mil novas mortes e 60 mil novos casos

O balanço diário do Ministério da Saúde sobre a pandemia do novo coronavírus, divulgado hoje (13), trouxe 1.262 mortes e 60.091 casos de covid-19 registrados nas últimas...

ANP reduz temporariamente mistura de biodiesel ao diesel para 10%

A diretoria colegiada da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), com a concordância do Ministério de Minas e Energia (MME), aprovou hoje (13) a redução excepcional...