Mulher que criava 140 cobras é encontrada morta com réptil enrolado no pescoço

Laura Hurst, 36 anos, foi encontrada morta em sua casa no estado de Indiana, nos Estados Unidos, com uma cobra píton de 2,4 metros enrolada no pescoço. O corpo da mulher foi achado na quarta-feira (30/10/2019).

Os médicos ainda tentaram reanimá-la, mas não tiveram sucesso. O sargento Kim Riley, porta-voz da polícia estadual, disse ao jornal Lafayette Journal & Courier que “ela parece ter sido estrangulada pela cobra”, mas que “só teremos certeza após a necropsia”.

Laura criava outras 140 cobras, que foram encontradas em sua residência. O xerife do condado de Benton, Don Munson, vizinho da vítima, encontrou o seu corpo e disse que a morte foi um “acidente trágico”.

Ultimas Noticias

Começa hoje pagamento do Bolsa Família

Começa hoje (20) o pagamento de janeiro do Bolsa Família para os beneficiários cujo Número de Identificação Social (NIS) termina em 1. O número...

Maior galo do mundo é sacrificado em Porto Seguro

Golias, considerado o maior da galo do mundo, foi sacrificado no domingo (19/01), em Porto Seguro, no sul baiano. O animal da espécie índio...

Total de casos de infecção por coronavírus na China passa de...

Uma nova variante de coronavírus, ligada a um surto de pneumonia, está se disseminando na China. Passa de 200 o número de casos registrados. Foram...

Publicitária espancada por modelo diz que viu “o olhar do demônio”

Espancada pela modelo Fernanda Bonito, a publicitária Milka Borges, que trabalha como corretora de imóveis, quase perde a vida no dia 11 de janeiro....
Publicidade