Feira Vegana realiza edição livre de descartáveis plásticos durante Virada Sustentável no Passeio Público

Catástrofes ambientais como o desmatamento da Amazônia, a poluição dos mares do Nordeste e o rompimento de barragens em Minas Gerais e na Bahia têm despertado a população para a preservação do seu entorno. Em Salvador, a Feira Vegana tem levantado o debate da redução de lixo e do consumo de carne como essenciais para a manutenção do planeta e neste final de semana, 9 e 10 de novembro, realiza sua primeira edição 100% livre de plástico de uso único, dentro da Virada Sustentável, no Passeio Público.

A ideia é que com um evento 100% sustentável, o público da Feira se sinta estimulado a reduzir ou retirar o plástico de uso único da sua rotina, especialmente a partir da possibilidade de inserir hábitos como o de carregar um copo e/ou talheres retornáveis, percebendo quais itens são mais necessários no seu dia-a-dia. Alguns stands também terão kits zero lixo para ajudar na introdução de uma vida mais sustentável.

O relatório do Fórum Econômico Mundial de 2016 já alertava que a cada ano 32% dos 78 milhões de toneladas de plástico produzidos iam parar nos oceanos — o que equivale a uma caçamba de caminhão de lixo por minuto. Durante a Virada Sustentável, alguns espaços serão destinados ao diálogo sobre essas questões, e no Passeio Público as crianças também terão a oportunidade de aprender como cuidar da natureza a partir de recursos lúdicos e partilha de conhecimentos sobre o lixo, reusos e destinos possíveis.

Apoiado pelo Instituto do Patrimônio Artístico Cultural da Bahia (IPAC), nesta edição com a Virada Sustentável, a feira conta com 37 expositores de alimentos, cosméticos, roupas e acessórios livres de exploração animal. Além de 3 parceiros das causas animais e ambientais na Bahia, como o Gatil Irmã Francisca, que estará presente com adoção responsável de gatos resgatados.

Maior festival de cultura, mobilização e educação para a sustentabilidade da América Latina, a Virada Sustentável é apoiado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e fundamentado nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Criado em 2011, em São Paulo, já reuniu um público de mais de 7,7 milhões de pessoas em 25 edições, passando por sete estados e nove cidades, como Rio de Janeiro, Manaus e Porto Alegre. Além de Salvador, em 2016 e no ano passado.

Em sua 3ª edição na capital baiana, o Festival, via Lei de Incentivo à Cultura, tem o patrocínio da CMPC e Uber Eats, e o copatrocínio da Liberty Seguros. Conta também com o patrocínio do Governo do Estado da Bahia, através do Programa FazCultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, apoio institucional da Prefeitura Municipal do Salvador, e a parceria do Salvador Meu Amor. A Virada Sustentável é uma correalização do Instituto Virada Sustentável e Rede AMO de Comunicações Socioculturais, realização da DaCultura Projetos e Soluções, e da Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania e Pátria Amada Brasil e Governo Federal.

Ultimas Noticias

Caixa tem no 3º tri lucro líquido contábil de R$ 8...

A Caixa Econômica Federal apresentou lucro líquido contábil de R$ 8 bilhões no terceiro trimestre, cifra 66,7% maior que um ano antes, de R$...

MP extingue multa adicional de 10% do FGTS que ia para...

O governo extinguiu a multa adicional de 10% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de demissões sem justa causa. A decisão...

Não coma fruta parcialmente podre, alerta OMS

Na tentativa de evitar o desperdício alimentar, muitas pessoas optam por retirar a parte podre dos alimentos e consumir o resto. Porém, a Organização...

Bolsonaro sanciona com vetos Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2020

O presidente Jair Bolsonaro sancionou com vetos a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020. A LDO estabelece que o governo tem de apresentar,...
Publicidade