Simões Filho: obras de urbanização no bairro Luis Eduardo Magalhães seguem avançando

As obras de urbanização do bairro Luis Eduardo Magalhães (Barreiro), seguem acontecendo em Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS), e as intervenções chegaram na via principal.

A iniciativa visa proporcionar melhor qualidade de vida aos simõesfilhenses, contribuindo para a mobilidade urbana, fluxo de veículos e pedestres, e atende a uma antiga solicitação da população.

“Nós temos um compromisso firmado com os simõesfilhenses e os moradores da Luis Eduardo, clamavam há muito tempo pelo olhar do poder público. As obras seguem acontecendo na localidade e, logo, tudo estará pronto. Foram anos de completo descanso com a nossa gente, mas como sempre falo, estamos colocando um ponto final na longa trajetória de caminhada sobre a lama”, destacou Dinha Tolentino, gestor municipal.

Entre as ruas já urbanizadas no bairro, estão a Japão, Itália, Felipe Camarão, Coréia do Sul, Coréia do Norte, 19, Nove, Montes Claros, Jubiabá, Grécia, Egito e Babilônia. As obras seguem o cronograma da Seinfra e os moradores já sentem os efeitos positivos das intervenções de infraestrutura promovidas pela Prefeitura.

Óleo de coco no cabelo? Fique a par dos benefícios

Não, por vezes não precisa de um produto inacessível para tratar do seu cabelo. Devido à sua capacidade de hidratar, nutrir e prevenir a perda de proteína,...

Prodetur Bahia conclui formação da rede de empreendedores da Baía de Todos-os-Santos

Uma live na noite desta quarta-feira (5) marcou o encerramento do Projeto Rede de Turismo da Baía de Todos-os-Santos (RBTS), que reúne mais de 200 empreendedores da...

Cursos de música do TCA abrem inscrições gratuitas para novas turmas em maio

No mês de maio, o Teatro Castro Alves (TCA) dá a largada de um novo ciclo dos cursos de iniciação ao universo da música sinfônica. O maior...

Com auxílio emergencial, poupança volta a captar recursos em abril

Após três meses de retiradas líquidas, a aplicação financeira mais tradicional dos brasileiros voltou a captar recursos. Em março, os brasileiros depositaram R$ 3,84 bilhões a mais...