“Militância do PT é obediente”, ironiza Coronel

O senador e candidato à prefeitura de Salvador, Angelo Coronel (PSD), foi alvo de ataques de petistas durante entrevista ao apresentador Mário Kertész, da rádio Metropóle FM, nesta sexta-feira (31/01). A maioria, durante comentários selecionados pelo radialista, dizia que Coronel só virou senador por causa do governador Rui Costa e defendia Major Denice como candidata a prefeita da capital. Irônico, o político não deixou barato.

“Há uma semana todos eram contra e defendiam as quatro candidaturas. Eu fico feliz com isso porque vocês realmente são obedientes”, afirmou o senador.

No bate-papo, o pessedista defendeu que não precisava o governador “trazer ninguém de fora” e o ideal seria uma candidatura de um aliado, que não precisa ser do seu partido, o PSD.

“Será que os aliados e só foram competentes na hora de apoiar Rui, Wagner e Coronel? Os aliados só servem para fazer escada? Sou a favor do grupo. Ninguém ganha sozinho, só ganha com grupo”, acrescentou.

O senador também disse que Salvador ainda tem muitos problemas, principalmente nas periferias. Ele citou visitas que fez nos bairros de Campinas de Pirajá e Cidade Nova. “Diversos problemas, eu fiquei surpreso. É preciso cuidar de gente”, criticou.

Por fim, o senador baiano disse que “o sorriso é o combustível da vida”.

Até Prisco ficou animado com candidatura de Major Denice

Brasil confirma 14.318 casos de covid-19 nas últimas 24 horasC

M Nas últimas 24 horas, o Brasil confirmou mais 14.318 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Na mais recente atualização dos números da doença no país,...

Após imbróglio judicial, Palmeiras e Flamengo empatam em 1 a 1

Após uma batalha jurídica que teve início na sexta-feira (25) e só terminou dez minutos antes do início da partida da tarde deste domingo (27), as equipes...