Auxílio emergencial de R$600 para os mais pobres é aprovado pelos deputados

O projeto que prevê o pagamento de um auxílio emergencial aos mais pobres (PL 9236/17) foi aprovado pela Câmara Federal, na noite desta quinta-feira (26/03). O deputado Marcelo Aro (PP-MG), relator da matéria, anunciou que, após conversas com o líder do governo, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), o Executivo concordou em aumentar de R$ 200,00 para R$ 600,00 o valor de cada cota do auxílio enquanto durar a pandemia do coronavírus.

O auxílio será concedido durante três meses para as pessoas de baixa renda afetadas pela crise. “Poderemos chegar a R$ 1.200 por família”, disse Aro. Já o deputado Vitor Hugo afirmou que o objetivo do governo é “salvar vidas e preservar empregos”. Ele destacou os diálogos que permitiram o acordo. “Também precisamos aprovar as reformas estruturantes, como o Plano Mansueto e outras medidas”, disse.

Quem vai ter direito?

Para ter acesso ao auxílio, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:
– ser maior de 18 anos de idade;
– não ter emprego formal;
– não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;
– renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);
– e não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70.
A pessoa candidata deverá ainda cumprir uma dessas condições:
– exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI);
– ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ;
– trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
– ou ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020

Nas redes sociais, os deputados Igor Kannário (DEM), Dayane Pimentel (PSL) e Jandira Feghali (PCdoB) comemoraram.

View this post on Instagram

ÓTIMA NOTÍCIA! Acabamos de aprovar um auxílio de R$ 600 para os mais pobres! Inicialmente, o valor estava previsto para R$ 200, mas nós lutamos para aumentar! Vamos continuar trabalhando por quem mais precisa. . Vejam mais informações sobre o benefício: . Para ter acesso ao auxílio, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos ser maior de 18 anos de idade; não ter emprego formal; não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família; Renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00); e não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70. A pessoa candidata deverá ainda cumprir uma dessas condições exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI); Ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ; trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); Ou ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020

A post shared by Deputado Federal Igor Kannário (@deputadokannario) on

View this post on Instagram

Passe para o lado e veja como. 👉🏻

A post shared by Professora Dayane Pimentel (@professoradayanepimentel) on

Campanha Favela contra o Coronavírus

Ultimas Noticias

Fabíola Mansur quer pagamento de adicional de insalubridade para todos profissionais...

A deputada estadual Fabíola Mansur protocolou uma indicação ao governador Rui Costa para garantir o pagamento do adicional por insalubridade para profissionais de saúde...

Tele Coronavírus atende mais de seis mil pessoas gratuitamente pelo 155

Desde que foi lançado no último dia 24, o Tele Coronavírus, serviço gratuito que coloca a população em contato direto com profissionais voluntários da...

Marcell Moraes rechaça decisão municipal de reabertura do comércio de Vitória...

O deputado Marcell Moraes classificou como ‘irresponsável’ a decisão do prefeito Herzem Gusmão (MDB) em decretar a reabertura do comércio parcial de Vitória da...

Faxina na quarentena? 10 dicas para manter seu colchão bem limpo

Que tal aproveitar a quarentena para fazer uma faxina geral em casa? Sim, não é das tarefas mais divertidas mas é sempre necessária. Hoje...