Atacado por ‘bolsominions’, Aleluia pede demissão do Ministério da Saúde

Alvo de ataques de ‘bolsominions’, o ex-deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) resolveu pedir sua exoneração do cargo de assessor especial do Ministério da Saúde. Na Pasta, entre as funções do baiano, que era braço-direito de Henrique Mandetta, estava a coordenação da articulação política junto a deputados, governadores e prefeitos.

Em seu discurso de despedida, Mandetta agradeceu Aleluia pelos conselhos, o que deixou o Gabinete do Ódio irritado, passando a promover ataques ao baiano, conhecido nos bastidores por não levar desaforo para casa. Entre as investidas que irritaram Aleluia estão “denúncias infundadas”, segundo a fonte do IB, articuladas com o objetivo de manchar a imagem do ex-parlamentar e os democratas junto a opinião pública.

“Mandenttando” e “bolsonarizando”, Aleluia pode ser próximo alvo do presidente

Últimas Noticias

Copom inicia reunião para definir taxa básica de juros

Começa nesta terça-feira (7) a última reunião do ano do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC)....