Liderança do vereador Felipe Lucas e amigo encontrados mortos no CIA foram sequestrados em casa

Os dois homens encontrados mortos no CIA, em Simões Filho, na madrugada deste sábado (02/05), já foram identificados. As vítimas foram localizadas por volta de 1h, na Via Periférica I, em frente a fábrica da Ipê. Ambos estavam sem documentos e apresentavam marcas de tiros no corpo.

De acordo com a fonte do Informe Baiano, uma das vítimas, Luciano Melo Neves, teve a casa no bairro de Alto de Coutos invadida por homens armados. O mesmo grupo também esteve em Fazenda Coutos, na casa do amigo dele, o motorista Leandro Oliveira, conhecido como ‘Manchinha’. Ambos foram sequestrados, executados e tiveram os corpos abandonados no ponto de desova.

Luciano trabalhava com o vereador de Salvador Felipe Lucas, que lamentou o crime.

“Luciano era um líder comunitário de Alto de Coutos, tinha um trabalho social lá muito bonito. Tínhamos uma parceria onde eu o ajudava na comunidade com as demandas sociais. Fiquei muito sentido hoje pela manhã quando soube do ocorrido. Ainda não soube a motivação para tanta violência. Triste. O outro rapaz eu não conheço, nunca ouvi falar”, disse o vereador Felipe Lucas.

Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal Nina Rodrigues e foram periciados. A autoria e motivação do duplo homicídio são investigadas pela Polícia Civil.

Policial morto em Riacho de Santana gravou áudio e estava sendo perseguido por comandantes e políticos

Últimas Noticias