MEC altera datas do Prouni e Fies para o primeiro semestre de 2020

O Ministério da Educação (MEC) alterou as datas dos processos seletivos do Programa Universidade para Todos (Prouni) e da pré-seleção do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Com isso, os estudantes que participaram dos processos seletivos devem ficar atentos às datas finais para a entrega de documentos. A medida tem o objetivo de minimizar os prejuízos da pandemia do coronavírus na vida dos estudantes, já que diversas instituições de ensino estão com suas atividades paralisadas em razão da determinação de estados e municípios.

O estudante cadastrado na lista de espera do Prouni têm até 21 de maio para enviar a documentação para a instituição de ensino superior, para comprovação das informações prestadas na inscrição. A última pré-seleção dos candidatos do Fies será realizada até 22 de maio.

A orientação do MEC, conforme os editais, é que as instituições de ensino que não puderem receber a documentação fisicamente disponibilizem um canal para envio dos documentos de forma digital, como um endereço de e-mail ou número de WhatsApp. A determinação é válida para o Prouni e para o Fies.

Segundo semestre

As datas de inscrição do Prouni, Fies e Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o segundo semestre de 2020 são:

  • Sisu: de 16 a 19 de junho;
  • Prouni: de 23 a 26 de junho;
  • Fies: 30 de junho a 3 de julho.

Prouni

O Programa Universidade para Todos oferece bolsas integrais (100%) e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior para os estudantes. A lista de espera é mais uma oportunidade para candidatos que não foram pré-selecionados na primeira e na segunda chamadas conseguirem uma bolsa pelo programa. Os estudantes são classificados por curso e turno, seguindo as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019.

O registro da concessão de bolsa ou reprovação do candidato deverá ser efetuado pelas instituições de ensino até as 23h59 de 24 de maio.

Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil é um programa do MEC que financia cursos superiores, em instituições particulares, a estudantes que não possuem condições de arcar com os custos.

Os estudantes pré-selecionados têm até 3 dias úteis para complementar as informações apresentadas na inscrição. Os candidatos precisam informar dados bancários, do fiador e do seguro para pagamento da dívida em caso de morte.

Após a complementação de informações nos sistemas dos programas, os estudantes terão 30 dias úteis para comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino na qual fará o curso, que tem até 5 dias úteis para validar as informações recebidas do aluno e emitir o Documento de Regularidade de Inscrição (DRI), que serve para formalizar a contratação do financiamento.

Assim que o documento for emitido, o candidato tem 30 dias úteis para ir à agência da Caixa Econômica Federal escolhida na hora da inscrição para formalização do contrato de financiamento.

Liberdade, Salvador: mulher e três homens são baleados

Quatro pessoas foram baleadas e uma delas não resistiu aos ferimentos, na madrugada de segunda-feira (19/10), no bairro da Liberdade, em Salvador. A vítima fatal foi identificada...

Ladrão é espancado no Lobato e acaba salvo pela Operação Gêmeos

Durante patrulhamento na Avenida Afrânio Peixoto, a Suburbana, na segunda-feira (19/10), policiais da Operação Gêmeos foram informados por transeuntes sobre uma dupla assaltando, em um ponto de...

UPA de São Caetano terá exames de mamografia em unidade móvel

Entre os dias 3 e 11 de novembro, a UPA de São Caetano, que é administrada pela Fundação Fabamed, terá uma unidade móvel ofertando exames de mamografia...

Inflação do aluguel sobe de 18,20% para 20,56% em 12 meses

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel no país, registrou inflação de 2,92% na segunda prévia de outubro. A taxa é...