“Riacho de Santana vai sair do caos político para uma situação de ressurgimento”, diz prefeito eleito

Eleito com 9.391 votos para governar a partir de janeiro de 2017 a cidade de Riacho de Santana, a 712 quilômetros de Salvador, o Professor Alan (PSD) concedeu uma entrevista exclusiva ao Informe Baiano nesta terça (8), na Assembléia Legislativa da Bahia, em Salvador. O novo prefeito reconheceu as dificuldades que vai enfrentar, mas acredita em uma gestão de superação.

“A expectativa é de dificuldades econômica em virtude da situação que o país vive. Mas nós temos que governar com os pés no chão, com muita tranquilidade, muito zelo pelo dinheiro público, muita responsabilidade e economizar cada centavo do dinheiro público para otimizar essas verbas. Acima de tudo, vamos governar para a população mais humilde e necessitada através de políticas sérias para que a gente melhore a qualidade de vida do nosso povo. E mesmo diante da crise nós temos trabalhado e tocado a administração com um propósito, que é resgatar a autoestima do povo de Riacho de Santana, a credibilidade da administração e resgatar a credibilidade do político. Vamos fazer com que Riacho de Santana saia dessa situação de caos político para uma situação de ressurgimento, conservando na base aquilo que é bom, que é positivo e afastando aquilo que não deu certo. Vamos apontar para novos rumos honrando os compromissos, mantendo o equilíbrio e governando para quem mais precisa”.

alan-prefeito-de-riacho2

O gestor disse que as prioridades vão ser Educação e Saúde.

“Desejo construir uma escola de tempo integral para as 300 crianças mais pobres da cidade e o critério de acesso será a renda. Vamos batalhar para reformar o hospital municipal, para equipar o hospital e construir um centro de diagnóstico para que a gente melhore a oferta de serviços públicos para a população. Vamos discutir com a classe dos professores um novo plano de cargos e salários. O atendimento a saúde também vai ser melhorado. Precisamos eleger prioridades, mas vamos cuidar de outras aéreas também”.

Ele disse ainda que vem mantendo boa relação com os governos Estadual e Federal com o objetivo de conseguir mais recursos para cidade e consequentemente, otimizar a administração.

“Nossa parceria é boa com o Governo do Estado, que tem investido principalmente em recursos hídricos. O Governo Federal através da Codevasf também tem sido importante. Nós queremos fazer parcerias para beneficiar a população sem se importar com as preferências partidárias de A, de B ou de C porque nossa bandeira é o povo de Riacho de Santana”, finalizou.

Quase 4 toneladas de alimentos são distribuídas pelo PAA em São Sebastião do Passé

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), segue garantindo alimento na mesa das pessoas que mais precisam e renda para os agricultores baianos. Na segunda entrega do...

Bahia registra 5.253 novos casos de Covid-19 e mais 84 óbitos pela doença

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 5.253 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,5%) e 4.287 recuperados (+0,4%). O boletim epidemiológico desta quinta-feira (17)...

Eriksen usará desfibrilador após parada cardíaca em campo

O dinamarquês Christian Eriksen usará um cardioversor desfibrilador implantável (CDI) após desmaiar em campo por causa de uma parada cardíaca que sofreu durante a partida de estreia...

Em entrevista a Anderson Ninho, Marcelinho Guimarães diz que a Bahia precisa recuperar o tempo perdido

Investimentos na educação e projetos de geração de emprego e renda, além de pós-pandemia, foram os principais temas discutidos pelo ex-presidente tricolor Marcelinho Guimarães e o apresentador...