Bolsonaristas baianos são barrados pelo presidente no baile do sertão

A passagem do presidente Jair Bolsonaro por Campo Alegre de Lourdes (BA) não teve a presença de bolsonaristas, e também aliancistas, que, na Bahia, tentam ser os legítimos representantes do capitão reformado. Os deputados estaduais Talita Oliveira e Capitão Alden, e os vereadores soteropolitanos Cézar Leite e Alexandre Aleluia, foram barrados no baile do sertão e nenhum deles acompanhou a solenidade da inauguração da segunda etapa do Sistema Integrado de Abastecimento de Água do município a distância.

O lado bom é que não contribuíram com a aglomeração provocada no pacato município baiano. Nos bastidores, o comentário é que o presidente “recomendou gentilmente” que o quarteto ficasse bem longe, pois quer desassociar sua imagem com figuras mais radicais.

Os presentes

Estiveram presentes João Roma (Republicanos), Elmar Nascimento (DEM), Adolfo Viana (PSDB) e João Carlos Bacelar Filho (PL). Certamente foram chamados porque não promoveram na Bahia as campanhas para conseguir assinaturas para fundar o Aliança pelo Brasil que, por sinal, afundou.

Alden responde

A assessoria do deputado Capitão Alden informou que o parlamentar “não esteve presente no evento com presidente Bolsonaro, pois está cumprindo uma agenda de mandato na região da Chapada Diamantina. Vale ressaltar que este compromisso já estava agendado com bastante antecedência”.

O espaço está aberto para eventual manifestação dos demais citados.

Últimas Noticias