Par de Cauã Reymond em ‘Dois irmãos’, Camila Silva adianta: ‘Casal mais quente da história’

Camila Silva não esconde a ansiedade para que janeiro chegue logo. Tudo por que espera há quase dois anos para ver na telinha sua estreia como atriz, o que vai acontecer assim que a minissérie “Dois irmãos” for ao ar, no início de 2017. Existe outra justifica para gerar essa expectativa: as cenas tórridas que fez com Cauã Reymond. “É o casal mais quente da história”, arrisca ela, que ainda não tinha, até então, permissão para falar sobre o trabalho ao lado do galã.

Casada com Neguitão, presidente da escola de samba Vai-Vai, da qual é rainha de bateria, ela teve que pedir permissão ao marido assim que soube que sua personagem, Pau Mulato, teria que aparecer nua e beijando muito Cauã em cena. “Queria saber se ele ia me barrar, mas ele me apoiou”, conta ela: “Ele vai assistir, mas sei que não vai comentar”.

Na história, Omar, um dos gêmeos vividos por Cauã, se envolve com Pau Mulato. “Ele é o preferido da mãe e a minha personagem consegue tirá-lo da barra da saia dela”, adianta Camila, que ainda não viu as cenas que fez: “Estou bem nervosa com as críticas que vão vir”. Mas nervosa mesmo, ela ficou no set quando fez a primeira cena sensual: “ Cauã me tranquilizou e conversou muito comigo. Disse que não era para eu ter vergonha de nada, nem do corpo, que toda mulher tem estria”.

Não que Camila precisasse se preocupar. Dona de um corpão, ela conta que para a minissérie teve que perder três quilos a pedido de Luiz Fernando Carvalho. “Ele não quis que eu ficasse seca, queria mesmo uma mulher mais gostosona”. As cenas calientes com Cauã exigiu desprendimento, tapa-sexo e repelente: “Foram no meio do mato, tinha muito mosquito. Mas acho que a concentração e a entrega foram tão grandes que nem percebi isso”.

Desde a participação na minissérie, Camila não fez mais nada na dramaturgia. “O diretor me disse que queria que eu me lançasse com a história e que preferia não me indicar para outro trabalho antes da estreia”, explica Camila, que torce por seu desempenho: “Espero que surjam boas coisas daí”.

Até lá tem compromisso com o carnaval paulista e também o carioca. Ela, que já foi rainha de bateria em 2013, volta à Mocidade Independente como musa da escola. “Saí no carro e agora subi de posto. Fui promovida”, brinca.

Fonte: Extracamila1 camila2 camila3 camila4 camila5 camila6 camila7

 

Como os cítricos podem beneficiar a saúde do coração

As doenças cardíacas, incluindo ataques cardíacos e derrames, são a causa de morte mais comum no mundo. E nestas doenças, em específico, os cítricos podem ter um...

Quase 4 toneladas de alimentos são distribuídas pelo PAA em São Sebastião do Passé

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), segue garantindo alimento na mesa das pessoas que mais precisam e renda para os agricultores baianos. Na segunda entrega do...

Bahia registra 5.253 novos casos de Covid-19 e mais 84 óbitos pela doença

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 5.253 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,5%) e 4.287 recuperados (+0,4%). O boletim epidemiológico desta quinta-feira (17)...

Eriksen usará desfibrilador após parada cardíaca em campo

O dinamarquês Christian Eriksen usará um cardioversor desfibrilador implantável (CDI) após desmaiar em campo por causa de uma parada cardíaca que sofreu durante a partida de estreia...