Salvador: ACM Neto amplia auxílio de R$270 por mais um mês

Durante a inauguração da Unidade de Saúde da Família (USF) Jardim Campo Verde, na manhã de hoje (27), o prefeito ACM Neto anunciou o pagamento da sexta parcela do auxílio de R$270 do Salvador por Todos a trabalhadores informais e individuais cadastrados junto ao município. Serão 18,1 mil pessoas beneficiadas.

Os depósitos nas agências da Caixa Econômica Federal e do Bradesco serão feitos entre 2 e 16 de setembro, escalonados por ordem alfabética. O programa, cujo auxílio financeiro já contemplou mais de 36 mil trabalhadores, é coordenado pela Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre). Com a ampliação, o investimento total do município na iniciativa vai chegar a R$36 milhões.

“O impacto da pandemia e das medidas restritivas sobre as famílias pobres foi altíssimo, e achamos ser necessário estender por mais um mês o auxílio. Além disso, vamos continuar em setembro as demais ações sociais previstas no programa, a exemplo da distribuição de cestas básicas, inclusive para os estudantes da rede municipal, e todas as ações sociais”, disse ACM Neto.

O prefeito acrescentou ainda que existe a possibilidade do auxílio ser prorrogado até dezembro, o que dependeria do aval da Câmara Municipal. “Se houver a necessidade, faremos isso, através de novo projeto enviado para apreciação dos vereadores. Recursos nós temos”, declarou.

Iniciado em março, depois da aprovação de projeto de lei do Executivo pela Câmara Municipal e antes mesmo do auxílio emergencial do governo federal começar a ser pago, o programa municipal, que é pioneiro e tem como principal objetivo dar suporte financeiro a famílias mais atingidas pelos efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus, chega à terceira prorrogação.

Em junho, após três parcelas pagas, a Prefeitura autorizou, com aval da Câmara, a extensão do benefício por mais uma parcela (julho), mas com a possibilidade de ampliação até setembro, a depender da evolução do pandemia na cidade.

O benefício é pago a baianas de acarajé, ambulantes, feirantes, camelôs, barraqueiros, baleiros, guardadores de carro, recicladores, taxistas, motoristas de aplicativos e mototaxistas – no caso dos três últimos, com idade superior a 60 anos. Todos precisam estar cadastrados na Prefeitura.

Através do site www. salvadorportodos. salvador. ba. gov. br, o trabalhador pode conferir se está cadastrado pela receber o benefício e também quando ocorrerá o pagamento, dentro do cronograma definido por ordem alfabética. Para tanto, basta informar o CPF ou Número de Identificação Social (NIS).

Balanço – A quinta parcela do benefício de R$ 270 já foi sacada por cerca de 10 mil pessoas desde o último dia 4, quando essa etapa do auxílio começou a ser paga. De acordo com a Sempre, os beneficiários que ainda não fizeram a retirada do valor referente à quinta parcela têm até o próximo dia 2 de setembro, quando começa a sexta etapa anunciada hoje por ACM Neto.

“Já são cinco meses em que a Prefeitura dá amparo e proteção aos trabalhadores afetados pela falta de renda por conta das restrições impostas pela pandemia. Apesar do retorno de algumas atividades econômicas, muitas pessoas ainda necessitam do auxílio”, destacou a titular da Sempre, Juliana Portela.

Testagem para novo coronavírus atende comunidade escolar nos bairros da Liberdade e Caixa D’Água

O Governo do Estado continua realizando o processo de testagem para o novo coronavírus nas escolas estaduais localizadas no bairro da Liberdade e região. Nesta quinta-feira (22),...

MP recomenda que agências bancárias de Feira de Santana aceitem abertura de conta dos partidos políticos

O Ministério Público Eleitoral (MPE), por meio da promotora de Justiça Luciana Machado dos Santos Maia, recomendou aos gerentes das agências bancárias situadas na 154ª Zona Eleitoral...