PF aponta pressão de Bolsonaro sobre Moro e Dayane dispara: “A verdade sempre aparece”

A deputada federal e presidente do PSL na Bahia, Professora Dayane Pimentel, comentou, nesta quinta-feira (3), a revelação da Polícia Federal que, em relatório entregue ao Supremo Tribunal Federal, demonstrou que o presidente da República Jair Bolsonaro pressionou o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, a pedir demissão do cargo.

“A verdade pode tardar, mas sempre aparece. A questão é simples. A PF indica que o próprio Bolsonaro solicitou que Moro se demitisse. Além disso os fatos nos revelam também que estão acabando com a Lava Jato através de indicados por Bolsonaro. Isso é tudo muito triste e desanimador. Se depois dessas revelações parte da sociedade ainda aceitar defender o indefensável, não adianta reclamar de mais nada depois”, considerou a deputada federal.

A parlamentar baiana ressaltou que mantém seu apoio à Operação Lava Jato. “Eu continuo apoiando a Lava Jato, símbolo do combate à corrupção. Foi depois da Lava Jato que o brasileiro voltou a ter esperanças. Vimos bandidos e corruptos sendo presos independente do poder político ou econômico que tinham; o que era exceção, tornou-se regra. A lei precisa ser para todos”, concluiu a Professora Dayane.

Pelo segundo ano consecutivo, Brasil não terá horário de verão

Pelo segundo ano seguido o Brasil não terá horário de verão, instrumento usado de 2008 a 2018 com o objetivo de economizar o consumo de energia em...

Fim do distanciamento social pode provocar “síndrome da cabana”

O retorno à rotina antes da pandemia de covid-19, a flexibilização das medidas protetivas, o fim do isolamento ou do distanciamento social podem causar em algumas pessoas...