Requalificação de terminais beneficia comércio da Barroquinha e Baixa dos Sapateiros

Foto:Jefferson-Peixoto-Secom

O Terminal da Barroquinha passa por obras de requalificação que foram iniciadas em agosto pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra). Para dar continuidade às intervenções, o espaço foi interditado desde ontem (22) e o retorno dos ônibus que circulam na região passou a ser feito na entrada do terminal, em um ponto provisório instalado pela Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob).

Um dos objetivos do projeto, assim como a revitalização do Aquidabã, é atender o apelo dos comerciantes para ampliar o fluxo de pessoas na região da Barroquinha e da Rua J. J. Seabra (Baixa dos Sapateiros). Também faz parte dessa estratégia a requalificação da Rua Cônego Pereira, já inaugurada, e do Mercado São Miguel, na Baixa dos Sapateiros, que já está pronto,aguardando apenas a seleção dos permissionários.

Fiscais da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) estiveram hoje no Terminal da Barroquinha para orientar os vendedores ambulantes sobre a saída temporária para viabilização das intervenções. As melhorias do terminal envolvem a reorganização das paradas de ônibus, nova pavimentação em concreto, iluminação em LED e implantação de uma praça com academia de ginástica, quadra poliesportiva e espaço infantil. O local terá, ainda, ordenamento do comércio informal paisagismo.O investimento na requalificação do local será de cerca de R$ 5,5 milhões.

Aquidabã – Projetado no final da década de 1970, o Terminal Aquidabã aos poucos ganhando características de um ponto de ônibus, ainda que bastante demandado. Esse será mais um espaço a ser reformado pela Prefeitura. A ideia, segundo a presidente da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), Tânia Scofield, é transformá-lo em um espaço agradável para toda a área do entorno. As intervenções serão iniciadas em breve.

O projeto para o local inclui a retirada da cobertura, dando mais luminosidade ao ambiente, e a construção de uma quadra de esportes para atender não só os moradores de bairros próximos, mas também lojistas que trabalham na região e que vão poder praticar esportes e ter um momento de lazer após o expediente. Com isso, o terminal vai ficar mais movimentado, melhorando, inclusive, a procura pelo comércio da região.

Também está prevista a criação de vagas de estacionamento, uma demanda dos comerciantes locais, a valorização da área dos bares (dez quiosques funcionam no local hoje), a construção de um espaço para atuação da Polícia Militar, implantação de iluminação em LED, de mobiliário urbano, revitalização da calçada e paisagismo.

“Essas são as intervenções previstas no projeto. Com elas, o Aquidabã vai passar a integrar aquela área como um todo, em total harmonia com as obras que já foram feitas, tanto a da Rua Cônego Pereira como a da Avenida J.J. Seabra, essa última feita pelo governo do Estado”, conta Tânia.

Bolsonaro posta foto ao lado de cão e diz: ‘vacina obrigatória só no Faísca’

Em meio à polêmica sobre a vacinação contra a covid-19 ser obrigatória ou não, o presidente Jair Bolsonaro divulgou no sábado à noite uma foto em suas...

Vila Ruy Barbosa: cabeleireiro é esfaqueado em casa e família suspeita de crime de homofobia

O cabeleireiro Rauan Pereira dos Santos, 29 anos, foi espancado a pedradas e ainda esfaqueado, dentro da casa, no bairro Vila Ruy Barbosa, em Salvador, na madrugada...