Operação Kapro recupera um Gol furtado em Salvador há 15 anos

A Polícia Rodoviária Federal segue firme combatendo os crimes relacionados a adulteração, a clonagem, a receptação, o roubo e demais ilícitos de fraudes veiculares. E mais uma ação pontual foi desencadeada na última sexta-feira (01/10) na região Sul da Bahia.

Desta vez, as atividades aconteceram na cidade de Ilhéus, distante 460 quilômetros de Salvador. Sob a coordenação do PRF Marcus França, chefe do Núcleo de Policiamento e Fiscalização (NPF) da Delegacia de Itabuna, a operação contou com agentes federais lotados na Del 05.BA e teve como objetivo identificar fraude veicular relacionados a adulteração, a clonagem, a receptação, o furto, o roubo, o uso documento falso e demais ilícitos.

França que também é membro do Grupo de Enfrentamento às Fraudes Veiculares (GEFRAV) ressalta que as ações com essa temática são realizadas com frequência e já apresenta resultados satisfatórios no combate a roubo/furto de veículos automotores e adulteração dos sinais identificadores, além da falsificação documental.

Nas ações foram identificados 14 veículos que apresentavam fraude nos seus elementos de identificação.

Resultados:

Cinco automóveis (Uno/HB20/Astra/Palio/Strada) que possuíam registro de roubo foram recuperados. Para tentar ‘atrapalhar’ fiscalizações da polícia, os veículos ostentavam placas trocadas.

Conforme a PRF, muitos desses veículos não possuem seguro e quando são devolvidos aos seus legítimos proprietários eles se sentem extremamente agradecidos com a ação policial. Também foi recuperada uma caminhonete Strada com registro de apropriação indébita. Já um VW/Gol furtado com registro de furto, na capital baiana, datado de dezembro/2005, foi recuperado pela equipe.

Foram também recuperadas oito motocicletas de diversos modelos. Um motor foi apreendido.

Orientação:

A PRF alerta que muito desses veículos são vendidos bem abaixo do valor de mercado e são oferecidos em redes sociais da internet, multiplicando o lucro da associação e tornando rentável o negócio, alimentada pelo comércio ilegal desses veículos clonados.

Como funciona o crime das fraudes veiculares

O crime de fraudes veiculares resulta em múltiplas vítimas e está dividido em três fases distintas: o roubo, a adulteração e a revenda.

Na primeira fase, conforme a PRF, temos claramente identificada a primeira vítima, que é a pessoa que teve seu veículo furtado ou roubado e, neste último caso, frequentemente com o uso de violência por parte dos criminosos.

Na segunda fase, a adulteração, os criminosos trocam a identificação do veículo e seus documentos para que pareça ser um veículo regular, também conhecida como clonagem. Neste momento o veículo recebe placas de outro veículo idêntico e o proprietário desse veículo, que se encontra em situação regular, torna-se a segunda vítima dos criminosos pois passa, muitas vezes, a receber multas de trânsito por infrações relacionadas ao veículo clonado.

A terceira e última fase é a revenda, alimentada pelo comércio ilegal desses veículos clonados, muitas vezes negociados em sites na internet por valores inferiores ao preço real do veículo. Nesta terceira fase do crime temos a terceira vítima em potencial, o comprador que, inadvertidamente, passa a ter a posse do veículo clonado.

BDM mata dono de bar e joga corpo pela janela em Castelo Branco

Um empresário que era dono de um bar foi morto de forma covarde por integrantes da facção Bonde do Maluco (BDM), na madrugada deste sábado (24/10), no...

Ator pornô é preso após golpes com ‘Boa noite, Cinderela’

A polícia de São Paulo prendeu na noite de sexta-feira (23) um ator de filmes pornôs que aplicava o golpe “Boa Noite, Cinderela” em baladas. João Bosco Rodrigues...

Rondesp Atlântico captura dupla de traficantes na região da Ceasa

Durante patrulhamento ostensivo no início da manhã deste sábado (24), equipes das Rondas Especiais (Rondesp) Atlântico identificaram uma dupla de traficantes na região do Centro de Abastecimento...

Cinco armas são apreendidas em intervalo de 4h pelo 12° BPM

Entre 11 e 15h de sexta-feira (23), o 12° Batalhão da Polícia Militar (BPM/Camaçari) apreendeu cinco armas e capturou quatro criminosos. Porções de entorpecentes também foram apreendidas...