Salvador: Bacelar diz que prefeito precisa ter comprometimento com pessoas

Nesta terça-feira (6), data em que se comemora o Dia do Prefeito, Bacelar, candidato à prefeitura de Salvador pelo Podemos, ressaltou a importância do cargo e criticou a atual gestão ao afirmar que faltam políticas públicas de valorização da população mais carente. “Com a aproximação das Eleições 2020, a reflexão sobre a importância de eleger bons gestores nunca fez tanto sentido. Conduzir uma prefeitura por 8 anos focando só em obras e esquecer as pessoas que vivem na cidade não é aceitável. É isso o que a atual gestão faz”, pontuou.

Bacelar ressaltou que seu mandato será norteado nas necessidades básicas da população soteropolitana e terá como objetivo acompanhar de perto os núcleos familiares, oferecendo apoio, atenção humanizada, constante e especializada. Segundo ele, não se trata de um documento engessado e eleitoreiro, mas de “plano vivo de atuação”.

“Não queremos que uma família onde há um adolescente com baixo rendimento escolar ou mau comportamento seja imediatamente direcionada às forças de segurança. Primeiro, buscaremos entender as causas do problema e optar por caminhos alternativos, como a assistência social, apoio psicológico, esporte, profissionalização, etc. Assim atuaremos em todas as áreas da população” disse.

Na avaliação do podenista, o cargo de gestor municipal exige, entre os requisitos mínimos, comprometimento, cumprimento do plano de governo, experiência administrativa, fidelidade e sensibilidade com a população. “Ser prefeito tem um significado muito maior do que o de ocupar um cargo no comando de uma cidade. É uma missão que exige um olhar sensível, é ajudar o povo a construir histórias de superação. Os gestores têm que trabalhar sob o compromisso de tirar das costas da população o peso de suas dificuldades”, comentou.

Pelo segundo ano consecutivo, Brasil não terá horário de verão

Pelo segundo ano seguido o Brasil não terá horário de verão, instrumento usado de 2008 a 2018 com o objetivo de economizar o consumo de energia em...

Fim do distanciamento social pode provocar “síndrome da cabana”

O retorno à rotina antes da pandemia de covid-19, a flexibilização das medidas protetivas, o fim do isolamento ou do distanciamento social podem causar em algumas pessoas...