PF detecta laços entre Kássio Nunes e esquema de venda de sentenças na Bahia, diz colunista

O jornalista Jairo Costa Júnior, da coluna Satélite, do jornal Correio, revelou na quinta-feira (08/10) que investigadores da Operação Faroeste detectaram laços do juiz Kássio Nunes, indicado por Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF), à gênese do esquema milionário de grilagem e venda de sentenças de terras na Bahia.

Conforme a publicação, Kássio Nunes teria também se beneficiado de uma decisão milionária concedida pelo juiz José Ramos Dias Filho, do TJ do Piauí, em ação movida contra a Toyota por uma concessionária de veículos.

Ramos Filho é o mesmo autor de sentenças que permitiram a grilagem de imóveis em regiões da Bahia, alvo de investigadores da Operação Faroeste.

O juiz chegou, inclusive, a ser afastado pelo Conselho Nacional de Justiça e aposentado compulsoriamente em 2017 por suspeita de favorecer Kássio Marques na ação envolvendo contra a Toyota.

Bahia Pesca abre vagas para cadastramento de Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP)

Os pescadores e aquicultores baianos que precisam fazer a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) contam, a partir desta semana, com mais comodidade. A Bahia Pesca, empresa...

Carga avaliada em R$ 1 milhão é recuperada em Feira de Santana

O trabalho investigativo realizado pelas equipes da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas em Rodovias (Decarga) resultou na recuperação de carga de tecidos, avaliada...