Vegan têm 43% mais probabilidade de sofrer fraturas ósseas, mostra estudo

De acordo com um novo estudo, pessoas que seguem uma dieta vegan podem ter uma probabilidade significativamente maior de desenvolver fraturas ósseas do que os carnívoros. O estudo longitudinal revelou que houve mais 19,4 casos de fraturas em veganos e mais 4,1 casos em vegetarianos para cada 1.000 pessoas ao longo de 10 anos.

“Este é o primeiro estudo abrangente e o maior estudo até o momento a olhar para os riscos de fraturas totais (fraturasque ocorrem em qualquer parte do corpo) e fraturas em diferentes locais em pessoas com diferentes hábitos alimentares”,disse a líder do estudo, Tammy Tong, epidemiologista nutricional da Universidade de Oxford, à CNN.

Para chegar a esta conclusão, os investigadores recrutaram cerca de 55 mil adultos saudáveis do Reino Unido – carnívoros, pescatarianos, vegetarianos e veganos – para responder a um questionário sobre dieta, características sócio-demográficas, estilo de vida e histórico médico entre 1993 e 2001.

Em 2016, os autores do estudo encontraram 3.941 fraturas totais entre os participantes. Em média, os vegancom menor ingestão de cálcio e proteína tiveram um risco 43 por cento maior de fraturas em qualquer parte do corpo, especificamente nos quadris, pernas e vértebras.