Mourão: Sempre haverá desmatamento; se tem 100 hectares, você pode desmatar 20

O vice-presidente Hamilton Mourão disse ontem, 4, que “sempre haverá desmatamento” na região amazônica. Ele justificou que a legislação permite a exploração de até 20% de terras no bioma, o que exige fiscalização constante do governo em propriedades rurais.

“Sempre haverá desmatamento, a legislação prevê que no caso da Amazônia se tem 100 hectares você pode desmatar 20. Nossa tarefa é impedir que o proprietário desmate além dos 20%, tem que haver fiscalização constantes das mais de 600 mil propriedades rurais no bioma Amazônia”, disse em entrevista ao advogado Paulo Roque.

De acordo com o vice-presidente, 45% do desmatamento da região em áreas privadas e, por isso, é preciso “verificar uma por uma”. Ele ressaltou que “grande problema do desmatamento está centrado nas terras não destinadas” em invasão de terras públicas.

Mourão minimizou índices de desmatamento e queimadas na região registrados neste ano. Na segunda-feira, 30, o governo divulgou que o desmatamento da Amazônia teve uma alta de 9,5% no último ano, que configura a maior taxa desde 2008, de acordo com estimativa do Prodes, sistema do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Segundo o vice-presidente, os dados ainda são menores do que nos anos de 2004 e 2005, durante o governo Lula. Sem apresentar dados, ele disse ainda que as queimadas ficaram dentro da média histórica.

Trio encontrado com armas, rádios comunicadores e entorpecentes

Uma denúncia anônima ajudou policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Chapada até a rua Miraguaia, no bairro Boiadeiro, em Iaçu, a localizarem traficantes e um...

Emprego cresce na indústria em um movimento atípico para dezembro

Indústria (CNI), divulgado hoje (21), o índice de evolução do número de empregados ficou em 50,5 pontos, acima da linha divisória de 50 pontos, demonstrando crescimento do...

Acidentes domésticos aumentam durante a pandemia: você sabe como agir?

Segundo dados da Universidade Federal de São Paulo, 29% dos idosos caem ao menos uma vez ao ano e 13% caem de forma recorrente. Neste período de...

Alberto Braga sugere colocar Salvador no programa do governo federal de abertura de empresas

O vereador Alberto Braga (Republicanos) pediu ao prefeito Bruno Reis (DEM), através de um projeto de indicação, que insira Salvador no Balcão Único, programa do governo federal...