Salvador: prefeitura prorroga medidas restritivas de enfrentamento à Covid-19

Foto: Beto Júnior/Secom

O prefeito Bruno Reis anunciou nesta quarta-feira (20) a extensão do prazo de validade dos decretos que venceriam amanhã (21) e que estabelecem restrições em algumas atividades comerciais para enfrentamento à Covid-19. Foi prorrogado até o próximo dia 26 a proibição da comercialização e consumo de bebidas em espaços públicos no Rio Vermelho e Itapuã, de sexta-feira a domingo, das 17h às 7h do dia seguinte.

Ainda nesses dois bairros, segue proibida a comercialização, pelos bares e restaurantes, de alimentos e bebidas para pessoas que estejam em pé, tanto nas áreas internas quanto externas, bem como a obrigatoriedade da delimitação entre os estabelecimentos com utilização de barreiras físicas.

O decreto que suspende o funcionamento de cinemas, teatros e demais casas de espetáculo na capital baiana também foi prorrogado até o dia 26. A determinação proíbe eventos sociais nos clubes, inclusive recreativos e esportivos, a exemplo de festas, apresentações artísticas, aniversários, formaturas e casamentos, além do funcionamento de bares e lanchonetes nesses locais. A abertura de restaurantes é permitida apenas naqueles clubes que possuam entradas independentes para esses espaço.

Bruno Reis, que fez os anúncios hoje (20) durante o ato que marcou o segundo dia de vacinação contra o novo coronavírus, no Hospital Martagão Gesteira, explicou que o prazo de vigência de todas essas medidas coincidirá com a validade do decreto que suspende atividades de classe nas redes municipal e privada de ensino. Por isso que a prorrogação dessas medidas vai vigorar por apenas seis dias.

“Resolvermos fazer essa unificação dos decretos porque estamos concluindo o inquérito epidemiológico, fazendo levantamento nos últimos dez meses de incidências de casos, levantamento do número real de óbitos e de todas as informações necessárias para que o poder público possa tomar as melhores decisões”, explicou o chefe do Executivo municipal.

Taxa de ocupação – O prefeito destacou que o inquérito epidemiológico será concluído neste final de semana e que o resultado do estudo deverá ser apresentado nos próximos dias. Ele também reforçou que Salvador amanheceu hoje (20) com 68% de ocupação dos leitos de UTI0 exclusivos para pacientes com a Covid.

“A taxa tem variado nessa faixa de 70%. Em tese, a situação está sob controle, mas ninguém pode dizer que estamos livres do risco de colapso. Estamos vendo o que está acontecendo no mundo. O número de mortes tem aumentado em diversos países. Está ocorrendo em Manaus (AM). Ontem foi a vez do Pará, que sofre por falta de oxigênio”, alertou.

Bruno Reis anunciou, por fim, que a Prefeitura deverá abrir mais 10 leitos no Hospital Santa Clara, no Itaigara, na próxima semana. Com isso, a cidade praticamente terá a mesma quantidade de leitos exclusivos para pacientes com o novo coronavírus que tinha no pico da primeira onda da pandemia.

Olavo de Carvalho é hospitalizado nos EUA por problemas respiratórios

Nesta terça-feira (13), o escritor Olavo de Carvalho foi internado às pressas em um hospital de Richmond, no estado de Virginia, nos Estados Unidos, com problemas respiratórios. A...

Câmara aprova projeto que prorroga entrega do IR até 31 de julho

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (13) a prorrogação, até 31 de julho de 2021, do prazo para entrega da declaração de Imposto de Renda da...

Três consequências do beijo para a saúde oral

Beijoqueiros, este artigo é para vocês. Hoje celebra-se o Dia do Beijo e, antes que se apressem nas comemorações, a Impress apresenta três consequências, boas e más,...

Funcionários da LG entram em greve por manutenção de empregos

Os trabalhadores da fábrica da LG em Taubaté, no interior paulista, entraram em greve para que a empresa mantenha 430 postos de trabalho. Na semana passada, a LG...