Operação Pesticide apreende R$ 2 milhões em defensivos agrícolas roubados

Equipes da DT de Luís Eduardo Magalhães realizaram, na quinta-feira (27), a Operação Pesticide, que resultou na apreensão de defensivos agrícolas com valor estimado em R$ 2 milhões. A ação policial foi resultado de oito meses de investigação de furtos e roubos na zona rural daquela cidade e de São Desidério.

Parte dos pesticidas foi encontrada nas residências dos alvos da operação, nos bairros Santa Cruz e Bosque dos Girassóis. Em uma das casas, havia um documento de um outro imóvel – que se revelou um depósito dos produtos dos assaltos. No local, inabitado e em construção, estava o resto dos defensivos agrícolas. O coordenador da 11ª Coorpin/Barreiras, Rivaldo Almeida Luz, destacou a importância desta ação para a economia local.

“O agronegócio movimenta toda a região Oeste. Então, os crimes que estão relacionados ao agronegócio e que causam prejuízos bilionários, como sonegação fiscal e contrabando, precisam ser combatidos diretamente. Os venenos têm data para serem usados, então isso atrapalha demais a receita dos produtores e, assim, abala economicamente a região. É muito importante combater não só quem rouba, contrabandeia e sonega, mas também quem recepta todos esses produtos roubados”, declarou.

Durante a operação, foram descobertas também provas da participação de outros integrantes da associação criminosa voltada a crimes contra o patrimônio em propriedades rurais. Desta forma, segundo o coordenador da 11ª Coorpin, o combate a estes delitos não se encerrará na Operação Pesticide.