“Quarenta por cento das pessoas que vão para a UTI acabam morrendo”, alerta secretário da saúde

As ações tomadas pelo Governo da Bahia para garantir que não faltem insumos nem leitos, principalmente de UTI, para o tratamento de pacientes com a covid-19, não devem ser encaradas como uma sinalização para que os cuidados contra a doença sejam flexibilizados. O alerta é do secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas.

O secretário traça um panorama da atual situação da pandemia nas diferentes regiões do estado e afirma que “é preciso manter todo o esforço para evitar que as pessoas precisem ser internadas em UTI’s”. Vilas-Boas também ressalta que “40% das pessoas que vão para a UTI acabam morrendo” e reforça que, por isso, “o bom é a gente evitar a infecção”.

Caminhão-tanque é apreendido pela PRF na Bahia transportando combustível com nota fiscal fraudada

A Polícia Rodoviária Federal na Bahia flagrou na madrugada de hoje (05/03) mais um crime de sonegação fiscal. Desta vez, uma carreta carregada com quase 43 mil...

Guardas municipais acusados de tentativa de homicídio arquitetada por sargento em Porto Seguro são presos

Uma motocicleta, três pistolas e as roupas usadas no dia do crime foram apreendidas na ação policial Investigações realizadas pela Delegacia Territorial (DT) de Porto Seguro resultaram,...

Briga entre presidiárias em Feira de Santana termina com cela incendiada e 4 feridas

Uma briga entre detentas no Conjunto Penal de Feira de Santana terminou com uma cela incendiada, na quinta-feira (04/03). Quatro mulheres participaram da confusão e duas tocaram...

Projeto de Paulo Magalhães Jr inclui pacientes com câncer na lista de prioridade da vacina

Indicação também inclui em grupo prioritário profissionais que dão manutenção em máquinas de diagnóstico O líder do governo na Câmara Municipal de Salvador, vereador Paulo Magalhães Jr (DEM),...