MP aciona Justiça para impedir paralisação do trem na próxima segunda-feira

O Ministério Público estadual, por meio da promotora de Justiça Hortênsia Pinho, ajuizou na quinta-feira (11) uma petição na qual solicita que a Justiça impeça a paralisação do trem do subúrbio marcada para a próxima segunda-feira (15). Segundo a promotora de Justiça, a paralisação deve ocorrer de forma escalonada, e deve ser divulgada para a população com prazo mínimo de 30 dias, possibilitando uma prévia adaptação dos usuários que não têm condições de arcar com a alteração de valor. “A divulgação ocorreu apenas dez dias antes da paralisação. Um total desrespeito com aqueles que dependem do modal para se locomover”, destacou Hortênsia Pinho.

Ela complementou que o contrato de concessão prevê também uma cláusula que determina que a divulgação das atividades relacionadas ao empreendimento seja feita por canais oficiais. No documento, o MP requer ainda com urgência a designação de uma audiência de conciliação por meio remoto para discutir a paralisação do trem do subúrbio. A audiência deverá ser designada com antecedência mínima de 30 dias.

Rezei hoje na entrevista coletiva por uma resposta positiva sobre a Covid-19

Pressão grande, inimigo invisível, batalha árdua e ignorância. Não está nada fácil a guerra contra a Covid-19. Para completar, boa parte das pessoas nem imagina as dificuldades...

População deve descartar corretamente lixo contaminado por Covid-19

Pessoas infectadas com a Covid-19 e seus familiares precisam tomar alguns cuidados ao descartar o lixo para a coleta diária. A orientação é da Empresa de Limpeza...

Prefeitura de Simões Filho realiza ação de conscientização contra a Covid-19 em diversos pontos da cidade

A Prefeitura de Simões Filho segue promovendo o combate e enfrentamento ao Coronavírus, através de várias ações, a exemplo das desenvolvidas pelas equipes de saúde em diversos...

Bruno Reis: “Aumento dos combustíveis impacta ainda mais no transporte público”

Questionado pelo Informe Baiano sobre o aumento dos combustíveis anunciado hoje (01/03) pela Petrobrás, o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), disse que a decisão "impacta ainda...