Falso pai de santo é condenado por estupro, sequestro e charlatanismo

O homem que se apresentava como pai de santo foi condenado em Curitiba, no estado do Paraná, a 79 anos de prisão em regime fechado pelo Juízo da Vara de Infrações Penais Contra Crianças, Adolescentes e Idosos.

O suposto religioso foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná pelos crimes de estupro, violação sexual mediante fraude, charlatanismo, sequestro, cárcere privado e redução à condição análoga à de escravo. Pelo menos dez mulheres denunciaram os crimes e quatro foram citadas na decisão judicial.

De acordo com o Paraná Portal, uma das vítimas do pai de santo foi uma adolescente com 15 anos na época Duas mulheres relataram que foram extorquidas em mais de R$ 40 mil.

O homem enganava usava o contexto religioso para obrigar as mulheres a manterem relações sexuais e realizarem serviços domésticos sem qualquer pagamento. Os crimes foram denunciados para a Polícia Civil no dia 20 de julho de 2020 e desde então ele está preso em uma delegacia em Curitiba.

Recorde de mortes por Covid-19 no Brasil

O número de pessoas que não resistiram à covid-19 chegou a 251.498 nesta quinta-feira. Em 24 horas, foram registradas 1.541 mortes. Em contrapartida, 9.323.696 pessoas se recuperaram...

Bahia ganha do Santos e garante última vaga da Sul-Americana

O Bahia ganhou do Santos na noite desta quinta-feira (25/02) na Arena Fonte Nova e termina o campeonato brasileiro na 14a posição com 44 pontos. Com o...

Flamengo é octacampeão brasileiro

O Flamengo perdeu para o São Paulo no Morumbi na noite desta quinta-feira (25/02), mas graças ao empate do Inter diante do Corinthians, garantiu o título brasileiro....

Governo entrega mais 10 mil máscaras para povos e comunidades tradicionais da Bahia

O Governo do Estado enviou, nesta terça-feira (23), 10 mil máscaras reutilizáveis de tecido para serem distribuídas a povos e comunidades atendidas pelos programas da Secretaria de...