Órgão antitruste da Itália multa Facebook em 7 milhões de euros

A Autoridade Antitruste da Itália multou o Facebook em 7 milhões de euros (cerca de R$ 45,3 milhões) nesta quarta-feira (17) por não ter cumprido as orientações para remover a prática incorreta no uso de dados dos usuários e por não ter publicado a declaração de retificação solicitada pelo órgão.

Sobre esta última, o Antitruste havia feito uma indicação formal para as alterações em novembro de 2018 e as punições foram para o Facebook Inc e para a sede da rede social na Irlanda.

“A Autoridade tinha indicado que o Facebook induzia enganosamente os usuários a registrarem-se em sua plataforma não informando rapidamente e de maneira adequada – durante a ativação da conta – sobre a atividade de recolhimento, com intuito comercial, dos dados fornecidos e, de maneira geral, das finalidades remunerativas submetidas ao serviço, enfatizando a gratuidade vice-versa”, diz o órgão em nota.

O comunicado ainda destaca que as informações dadas pela plataforma “eram genéricas e incompletas e não forneciam uma adequada distinção entre a utilização dos dados necessários para a personalização do serviço (com o objetivo de facilitar a socialização com outros usuários) e a utilização de dados para realizar campanhas publicitárias direcionadas”.

O órgão ressalta que a rede social de Mark Zuckerberg deveria ter publicado um informativo sobre as alterações na política de dados e parar com esse tipo de recolhimento de informação, mas que isso também não foi feito até hoje. O Antitruste afirma que esses dados são necessários para que os clientes decidam se querem ou não ter o serviço publicitário.

Através de um porta-voz, o Facebook informou que foi notificado, “mas que permanecemos no aguardo da decisão do Conselho de Estado sobre a apelação que apresentamos a respeito da instrução inicial dada pela Autoridade”.

“A tutela da privacidade para nós é extremamente importante e já fizemos uma série de mudanças, também nas nossas Condições de Uso, para esclarecer posteriormente como nós utilizamos os dados para fornecer os nossos serviços e a publicidade personalizada”, concluiu.

Minha “Brasília Amarela”: Há 25 anos ocorria último voo dos Mamonas Assassinas; confira sucessos inesquecíveis

Há 25 anos, exatamente no dia 2 de fevereiro de 1996, o Brasil perdeu os cinco integrantes do grupo Mamonas Assassinas. Os músicos sofreram um acidente aéreo,...

Galo de briga tenta escapar de rinha ilegal e mata o próprio dono

Um galo de briga matou o próprio dono na semana passada, no vilarejo de Lothunur, no Estado de Telangana, sul da Índia. O animal estava com uma...

Poções: resgatados 130 pássaros cardeais em porta-malas de carro

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) segue combatendo o crime ambiental e no início da tarde deste sábado (27) resgatou 130 pássaros silvestres na BR-116, em Poções, município...

“Avião do tráfico” morto no Vila Mar usava adesivo da Uber em carro para enganar polícia

Um homem executado na noite de noite de sábado (27/02) se apresentava como motorista de transporte por aplicativo, mas na verdade era "avião do tráfico", conforme uma...