Conjuntura política estadual e nacional foi debatida com Wagner e Gleisi

O mandato do deputado Afonso Florence (PT-BA) realizou neste sábado (20/02) reunião aberta do Conselho Político, transmitida pelas redes sociais, para debater a conjuntura política da Bahia e do Brasil. O evento contou com as participações da presidenta nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-RS), do presidente estadual do PT da Bahia, Éden Valadares, e do senador e pré-candidato a Governador da Bahia pelo PT, Jaques Wagner, além de Zé Neto, Bira Coroa, Neusa Cadore, e Robinson Almeida, prefeitos, ativistas e dirigentes do partido no estado.

O debate foi intermediado por Liliane Oliveira, da Executiva do PT na Bahia, ao lado do deputado Afonso Florence. Primeiro a falar, Éden Valadares, apresentou a resolução aprovada pela Direção Estadual do PT, que traz um balanço dos 14 anos dos governos do PT na Bahia e uma estratégia para renovação do programa da “revolução democrática na Bahia”, apontando tarefas com a militância do campo e da cidade.

“Vivemos tempos difíceis e cabe ao PT da Bahia fazer esse enfrentamento, que é denunciar o desmonte do Estado e o atos genocidas praticados pelo Governo Bolsonaro. Mesmo com o cenário pós golpe e do governo de Bolsonaro, o PT fez grandes e inéditas obras na Bahia. Temos muito orgulho desses 14 anos de governos petistas na Bahia. E a candidatura de Jaques Wagner para governador da Bahia é fundamental para o a continuidade desses avanços, o fortalecimento do PT e para o Brasil”, disse o dirigente.

O presidente estadual do PT ainda ressaltou sobre os eixos da resolução que traça novas ações na Bahia como ponto estratégico para as mudanças propostas pelo partido em cenário nacional. “Apresentamos dois eixos que classificamos como fundamentais neste processo: o balanço dos governos do PT na Bahia e a renovação programática, com a militância, os movimentos sociais e os partidos de esquerda do estado, e a pré-candidatura do senador a governador da Bahia, que é de suma importância neste processo de continuidade de avanços de diretos e desenvolvimento social, além de ser uma força motriz na desconstrução desde desgoverno de Bolsonaro”, explicou Éden.

Herbert Florence, membro da Executiva do PT, também fez uma breve fala, destacando a importância da formação e da agenda política. “É de extrema importância a formação política e o partido está empenhado nesta ação, que é orgânica do partido, e da agenda programática que inclui o debate com os diversos setores da sociedade organizada e da militância”, disse.

Em sua fala, Florence ressaltou a importância do PT continuar se organizando na Bahia e nacionalmente lutando pelas pautas urgentes. “Esse momento é de fortalecimento da unidade partidária em prol de um projeto para a continuação dos avanços na Bahia e para a transformação e retomada do desenvolvimento socioeconômico do Brasil. É um espaço democrático para a exposição das ações do PT para a Bahia que tem como foco central a pré-candidatura do senador Jaques Wagner para governador da Bahia, tendo em vista os 14 anos de avanços inéditos no estado pelos governos do PT. De forma nacional, estaremos na frente de combate pela vacinação, pelo auxílio emergencial no valor de R$ 600,00, por mais emprego e renda, tributação dos mais ricos, mas Bolsa Família e contra esse governo genocida”, declarou.

O deputado federal e ex-candidato a prefeito de Feira de Santana, Zé Neto, destacou a importância da unidade partidária neste momento. “A nossa principal força é a unidade partidária que temos, e que exercemos em 2020, e temos que continuar fortalecendo para 2022. E assim faremos nesta caminhada que se inicia com a pré-candidatura do senador Jaques Wagner para governador da Bahia”, afirmou.

Bira Coroa, deputado estadual, também ressaltou a representatividade do legado dos governos do PT e a importância da sua continuidade para a Bahia e o Brasil. “Estamos vivendo um tempo de retrocesso nacional enquanto na Bahia temos uma trajetória de avanços. Portanto, neste cenário se faz ainda mais necessário o fortalecimento do PT para a continuidade das conquistas consolidadas pelos governos do PT na Bahia”.

Já a deputada Neuza Cadore, enfatizou a importância do debate para a Bahia e da candidatura de Jaques Wagner. “Essa reunião consolida a pré-candidatura de Jaques Wagner para governador da Bahia em 2022. O PT avança nas conquistas no Estado e estabelece um novo modelo de fazer política progressista, de inclusão e participação popular”, pontuou a parlamentar.

O deputado Robinson Almeida também enfatizou a importância política e os avanços dos governos do PT na Bahia. “O PT na Bahia fechou um ciclo de dominação política construído pela direita e iniciou um novo tempo de democracia e inclusão social no governo de Jaques Wagner. Essa experiência foi seguida pelo governador Rui Costa, mesmo com as dificuldades do cenário nacional. Esses 14 anos de governos do PT mudaram a Bahia e isso está claro. Agora é a hora de continuar executando este modelo de governo na Bahia e a pré-candidatura do senador Jaques Wagner é fundamental e de extrema importância para este processo”, falou.

Já a presidenta do PT nacional Gleisi Hoffmann (PT-PR), destacou a necessidade de enfretamento ao Governo Bolsonaro e a necessidade de continuar a mobilização nacional a favor das pautas urgentes visando a garantia de direitos. “Tem um avanço crescente de rejeição do Governo Bolsonaro e nós temos que dialogar com a população sobre o que está acontecendo, fazendo formação e mobilização. Temos que continuar mobilizando e lutando pela vacinação, o auxílio emergencial, por mais Bolsa Família, em defesa dos direitos trabalhistas, e o Fora Bolsonaro,” disse.

O senador e pré-candidato a governador da Bahia, Jaques Wagner, também ressaltou sobre o papel do PT e suas tarefas diante da conjuntura nacional. “O PT tem um papel fundamental neste processo de enfrentamento do retrocesso de direitos pós Golpe de 2016 e Governo Bolsonaro. E na Bahia teve inúmeros avanços em 14 anos. E agora a nossa pauta central, através dos seus mandatos, é organizar a nossa militância para ações territoriais, formando chapas competitivas e mobilizando a sociedade. Nosso foco é fortalecer a democracia, dialogando com diversos setores da sociedade. O caminho é organizar, debater formar e mobilizar a população. E as pautas sociais centrais são a vacinação, o auxílio emergencial e direitos trabalhistas,” disse Wagner.

Ainda segundo Wagner, o PT tem um programa de governo de transformação do Brasil e é necessário que ele seja apresentado à sociedade brasileira e destacou para a inocência do ex-presidente Lula. “O PT é o principal partido da liderança do presidente Lula, que a inocência já foi comprovada, após os crimes cometidos pela operação Lava Jato, e tem um projeto alternativo para este cenário político de transformação do Brasil em todas as áreas, em especial a econômica. Já estamos trabalhando com um programa para combater está crise econômica que o Brasil vive. Portanto, temos bagagem e ações planejadas para mudar o país”, afirmou.

Ainda na linha do balanço dos governos do PT na Bahia, o senador fez um destaque para o Governo de Rui Costa. “O governador Rui Costa deu um grande salto na Bahia, mesmo com todas as dificuldades do cenário, na garantia de políticas públicas implantadas pelos governos do PT e nas grandes obras entregues. Temos uma trajetória de grandes avanços e a avaliação da gestão do governador Rui Costa é muito positiva”, disse. E acrescentou “Parabéns ao PT pelos seus 41 anos! Ocupamos o nosso espaço, resistimos, e agora temos que reformular políticas públicas e dialogar com os diferentes”, concluiu Wagner.

No encerramento, Florence agradeceu e ressaltou a importância da defesa de direitos. “Obrigado ao nosso senador e pré-candidato a governador da Bahia Jaques Wagner! Temos muito para construir, muito a fazer diante das pautas urgentes que o desmonte das políticas públicas tem causado ao Brasil. Temos a convicção do que já foi feito e do que podemos fazer ainda mais, consolidando os programas de políticas públicas apresentado pelo partido na nossa Bahia. E a sua pré-candidatura é o passo inicial para darmos seguimento a essas conquistas locais e fortalecer a luta nacional com Lula e Haddad. Agradeço também todas as companheiras e companheiros que participaram desta reunião”, finalizou.

Também participaram do debate outras lideranças do partido e prefeitos de todo o estado via plataforma Zoom.

Travesti esfaqueia ladrão na Boca do Rio

Um ladrão se deu mal na noite deste domingo (28/02), no bairro da Boca do Rio, em Salvador. De acordo com um leitor em contato com o Informe...

Na luta contra a Covid-19, Adolfo suspende todas as atividades na ALBA

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Adolfo Menezes seguiu a determinação do governador Rui Costa e decretou hoje (28/02) a suspensão de todas...

Geraldo decide suspender expediente presencial na Câmara de Salvador por 48h

Diante da grave crise com o aumento do número de mortes na Bahia, o presidente da Câmara de Salvador, vereador Geraldo Júnior (MDB), publicará no Diário Oficial...

Operação prende dois por furto de energia em Sobradinho

Três pessoas foram presas no povoado Correnteza, zona rural de Sobradinho, durante a Operação Força do Rio, deflagrada, na sexta-feira (26), pela 17a Coordenadoria Regional de Polícia...