“Sociedade da lacração”, lamenta Olívia Santana sobre atitude de Anitta

A cantora Anitta exagerou mais uma vez e divulgou o vídeo do momento em que faz uma tatuagem no ânus. A artista carioca ainda revelou que postou o registro em um canal de conteúdo adulto por assinatura. Diversas pessoas comentaram o post sobre o assunto no Instagram do Informe Baiano, entre elas, a deputada estadual Olívia Santana (PCdoB), que é uma das principais defensoras das mulheres na Bahia e também no país.

“Sociedade da lacração a qualquer custo. Não se sabe mais o que fazer para chamar atenção. Triste.”, lamentou. A opinião da parlamentar teve diversas curtidas e foi referendada por internautas.

“Eu tenho vergonha dela. Ainda quer dizer que nos representa lá fora passando essa imagem vergonhosa da mulher brasileira. Ela não me representa de forma alguma, ela precisa saber o limite do ridículo”, escreveu Iasmin Nascimento.

“Tudo que você falou eu concordo e acrescento. Essa geração insensata que faz de tudo até passar por cima dos princípios morais e éticos para ganhar seus seguidores, visualizações… Almejando o auge da fama”, disse Dan Maia.

Anitta comenta vídeo e ironiza

Após a repercussão, Anitta usou o Stories de seu Instagram, na noite do sábado (20/02), para explicar o caso. Ela disse que o material era antigo. Na filmagem, a cantora começa a gargalhar após um amigo dizer que “a tatuagem ficou ótima”.

“O vídeo é tão antigo que eu tive que retocar. Para quem fizer tatuagens nesses locais, saiba que ela desbota. Tem que ficar retocando… Mas quem quiser saber a história toda precisa pagar”, disse Anitta.

Tiroteio entre traficantes deixa jovem morto em Fazenda Grande do Retiro

Um jovem de 21 anos foi assassinado na noite de segunda-feira (22/02), no bairro de Fazenda Grande do Retiro, em Salvador. O crime aconteceu por volta das...

Concurso vai premiar imagens do fundo do mar de Abrolhos

Fotógrafos profissionais e amadores já podem se inscrever no Concurso Biomar de FotoSub-Edição Abrolhos, que este ano, devido à pandemia do novo coronavírus, será digital. Um dos...

Covid-19: mortes somam mais de 247 mil e casos, quase 10,2 milhões

O número de pessoas que não resistiram à covid-19 no Brasil subiu para 247.143. Em 24 horas, foram registradas 639 mortes. Há ainda 2.833 óbitos em investigação...

MP recomenda ao Estado da Bahia medidas para garantir a efetiva imunização dos grupos da Fase 1

O Ministério Público estadual, por meio dos promotores de Justiça que integram o Grupo de Trabalho contra o coronavírus, recomendou à Secretaria Estadual de Saúde que adote...