Largo da Soledade é ocupado pelo projeto A Rua é o Museu do Povo

Com intervenções urbanas e rodas de conversas, o projeto A Rua é o Museu do Povo vem ocupando desde o primeiro domingo de fevereiro praças públicas de bairros periféricos de Salvador. Neste último domingo, 28 de fevereiro, das 14h às 17h, as calçadas do Largo da Soledade, no bairro da Liberdade, hospedam o encerramento da temporada de ocupações artísticas no projeto.

A ocupação ocorre na presencialidade, respeitando todos os protocolos de saúde para enfrentamento à Covid-19, com a exposição de fotografias de Hércules Bressy, pintura de Luís Santos, grapixo de Pedro Arcanjo, todos integrantes do Arte Marginal Salvador. A atriz Fabrícia Rios, que integra o espetáculo O Museu é a Rua, do grupo A Pombagem, apresenta uma célula performática inspirada na obra, para reafirmar a arte de rua, urbana e marginalizada.

Foto: Hercules Bressy

A partir das 18h, os grupos Arte Marginal Salvador e A Pombagem realizam uma roda de conversa com as assistentes sociais Candeias Souza e Val Santos através do perfil no Instagram @artemarginalssa. A afirmação de que “A Rua é o Museu do Povo”, que vem no sentido de desmistificar a ideia do museu como edifício e provocar o debate sobre as suas diversas possibilidades, é o eixo norteador deste bate-papo mediado pela Fabricia Rios.

A Rua é o Museu do Povo busca colocar o museu como um espaço de artes públicas criadas/feitas/produzidas pelo povo, que dialogue artisticamente com a periferia. “Os tradicionais museus têm um aspecto solene, obras de um lado e o visitante do outro. Queremos transcender essas margens hierárquicas que não contribuem para a interação, apenas limitam a uma experiência de contemplação. Isso não é o que desejamos, queremos interagir”, destaca Fabrício Brito, integrante do Arte Marginal Salvador que aproveita para sublinhar a parceria artística do grupo de arte popular A Pombagem.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Qual o signo do zodíaco com maior probabilidade de ser infiel?

Determinados signos do zodíaco podem até manter-se fiéis, porém facilmente acabam se envolvendo em situações 'duvidosas' e muito próximas da infidelidade. Áries O ariano, que é regido pelo elemento...

‘Blue label’ e festa de prefeitos baianos em Brasília após posse ‘bombada’ de João Roma

A posse do ministro da Cidadania João Roma (Republicanos) bombou na tarde de quinta-feira (25/02) em Brasília com a presença de dezenas de deputados, vereadores e prefeitos...

Covid-19: Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz

O país atingiu ontem (25) um novo recorde de mortes diárias por covid-19, segundo a média móvel de sete dias medida pelo boletim Monitora Covid, da Fundação...

Primeiro caso de covid-19 no Brasil completa um ano

O Brasil identificou a primeira contaminação pelo novo coronavírus no final de fevereiro de 2020, enquanto a Europa já registrava centenas de casos de covid-19. A declaração...