“Ambulante insinuou que guarnição iria colar algo de ilícito no interior do carrinho de balas”, diz PM

Em nota enviada ao Informe Baiano, o Departamento de Comunicação Social da Polícia Militar (DCS-PM) esclareceu a ocorrência envolvendo um vendedor ambulante, que foi preso na noite de quarta-feira (24/02), na Estação de Transbordo Aeroporto.

Um video que viralizou nas redes sociais e mostra o trabalhador sendo preso. Ele questiona os policiais militares: “Como é que eu vou embora sem ônibus?”. Revoltado, diz também diz que vai entrar na mala da viatura e exige: “Não me machuque, não me machuque”. O homem que filma a ação também teria sido encaminhado para a delegacia para servir de testemunha da ocorrência.

A PM afirma que “uma viatura da 81ª CIPM foi acionada via CICom logo após receber informações de um desentendimento entre um vendedor ambulante e um segurança da CCR/Metrô”.

“De acordo com a Unidade, assim que chegaram ao local, os policiais dialogaram com os envolvidos, mas quando a situação já estava praticamente resolvida, o ambulante ficou alterado ao saber que seria conduzido para a delegacia e começou a desacatá-los insinuando inclusive, que a guarnição iria colar algo de ilícito no interior do carrinho de balas dele, sendo posteriormente conduzido à 27ª delegacia”, diz o DCS, que acrescenta.

“A equipe, bem como outras guarnições da 81ª CIPM realizavam abordagens itinerantes no município de Lauro de Freitas, através da Operação Toque de Recolher, que visa inibir tanto a prática de delitos, quanto alertar o cidadão em relação ao cumprimento do Decreto Estadual por conta da propagação do Covid-19. Durante a operação realizada na noite de quarta-feira (24), foram abordadas outras 80 pessoas e 20 estabelecimentos comerciais”, concluiu o comunicado da PM. Assista abaixo ao vídeo da confusão: