Após decisão sobre Lula, ACM Neto diz que “clima de medo e incerteza” afetam o Brasil

Presidente nacional do Democratas e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto falou nesta segunda-feira (08/03), no Instagram sobre o “clima de medo e incerteza que afetam o Brasil”. Citou também que bolsa despencou e o dólar subiu.

“Não desejamos uma nação ainda mais dividida. Mais do que nunca reforço meu compromisso com o equilíbrio e a minha luta contra qualquer forma de extremismo”, escreveu Neto, que deve disputar o governo baiano em 2022.

A declaração ocorre logo após a decisão so ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, nesta segunda-feira (08/03), sobre a anulação das condenações do ex-presidente Lula pela Justiça Federal no Paraná relacionadas às investigações da Operação Lava Jato.

Com isso, Lula recupera os direitos políticos e volta a ficar elegível. Fachin declarou a incompetência da Justiça Federal do Paraná nos casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e do Instituto Lula. Portanto, os processos serão analisados pela Justiça Federal do Distrito Federal, à qual caberá dizer se os atos realizados nos três processos podem ou não ser validados e reaproveitados.

Bolsonaro confirma que fará nova cirurgia para corrigir hérnia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou nesta sexta-feira (16) a apoiadores que deve passar por mais uma cirurgia para corrigir uma hérnia, em consequência da facada...

CPFs cancelados: polícia troca tiros com três criminosos em Camaçari

Um trio armado com pistolas e revólver foi alcançado por guarnições do 12° Batalhão da Polícia Militar (BPM/Camaçari). O flagrante ocorreu, na noite de sexta-feira (16), após...

Salvador retoma aplicação da primeira dose neste fim de semana

A aplicação da primeira dose contra Covid-19 será retomada somente para idosos neste fim de semana em Salvador. A ação foi possibilitada pela chegada de 45.480 unidades...

Governo abre crédito de R$ 2,6 bi para custear UTIs nos estados

O presidente Jair Bolsonaro editou Medida Provisória nesta sexta-feira (16) que abre crédito extraordinário no valor de R$ 2,6 bilhões em favor do Ministério da Saúde. A...