Avaria técnica causou atraso no lançamento de nanossatélite

Uma falha técnica foi identificada no foguete Soyuz-2.1A momentos antes da previsão de lançamento, que deveria ter acontecido às 3h07 deste sábado (20), informou a agência espacial russa Roscosmos – responsável pelo foguete e pelo Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

Pelas redes sociais, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, se manifestou sobre o reagendamento. “Segurança em primeiro lugar sempre!”, frisou o ministro.

A missão, que foi reagendada para às 3h07 da próxima segunda-feira (22), levará o nanossatélite brasileiro NanoSatC-Br2 para a órbita terrestre. A missão envolve Brasil, Rússia e outros 16 países – a maior parceria aeroespacial internacional para lançamentos de satélite registrada até hoje.

Os dois signos mais intensos no amor e nas relações

Eles amam como ninguém e sem medo. Tal como na astrologia ocidental, na cultura cigana a data de nascimento também pode revelar alguns traços de personalidade dos indivíduos. Os...

Polícia encerra festa com 1.000 pessoas em Conquista

Cerca de 1.000 pessoas que se aglomeravam, em uma festa clandestina, na localidade de Pedra Branca, zona rural de Vitória da Conquista, foram flagradas por equipes da...

Faturamento da indústria volta a crescer em março, segundo CNI

A atividade industrial voltou a crescer no mês de março, com uma alta de 2,2% no faturamento das indústrias, segundo a pesquisa Indicadores Industriais, divulgada mensalmente pela...

Salvador participa de reunião do C40 para discutir ações climáticas sustentáveis

A vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos, representou a capital baiana na reunião do C40, que integra mais de 90 prefeitos de todo o mundo para debates...