Avaria técnica causou atraso no lançamento de nanossatélite

Uma falha técnica foi identificada no foguete Soyuz-2.1A momentos antes da previsão de lançamento, que deveria ter acontecido às 3h07 deste sábado (20), informou a agência espacial russa Roscosmos – responsável pelo foguete e pelo Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

Pelas redes sociais, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, se manifestou sobre o reagendamento. “Segurança em primeiro lugar sempre!”, frisou o ministro.

A missão, que foi reagendada para às 3h07 da próxima segunda-feira (22), levará o nanossatélite brasileiro NanoSatC-Br2 para a órbita terrestre. A missão envolve Brasil, Rússia e outros 16 países – a maior parceria aeroespacial internacional para lançamentos de satélite registrada até hoje.

Bira Corôa reivindica vacina para todas categorias da linha de frente da pandemia

Ampliar a vacinação para trabalhadores da linha de frente na pandemia e auxilio emergencial para classe trabalhadora foi uma das principais pautas debatida entre o deputado estadual...

Valmir defende subsídio para a agricultura familiar ao lembrar dos 25 anos de Eldorado dos Carajás

Os 25 anos do massacre de Eldorado dos Carajás foram lembrados pelo deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) ao mesmo tempo em que cobrava a aprovação da Lei...

Caixa sorteia hoje R$ 40 milhões da Mega-Sena acumulada

A Caixa pode pagar R$ 40 milhões no sorteio de hoje (17) da Mega-Sena. O prêmio está acumulado há seis sorteios e as apostas podem ser feitas...

Liberada a quarta parcela do Programa Nacional de Alimentação Escolar

Já está disponível nas contas correntes das secretarias de Educação de estados, municípios e do Distrito Federal a quarta parcela do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae)....