Protesto e ônibus atravessado na Sete Portas após operação que deixou homem baleado

Por volta das 15h30 desta segunda-feira (29/03), policiais militares da 2ª CIPM foram acionados para atender denúncia de princípio de incêndio causado por manifestantes, que fizeram um protesto e atravessaram um ônibus na Avenida Sete Portas, na manhã de hoje.

Em nota enviada ao Informe Baiano, o Departamento de Comunicação Social da Polícia Militar (DCS-PM) relatou que a guarnição conseguiu debelar o fogo antes que as chamas consumissem o veículo. Os suspeitos envolvidos fugiram. O restante dos manifestantes seguiu para o cemitério com o acompanhamento da Operação Gêmeos e uma equipe da 2ª CIPM. Outra guarnição da unidade está na região das Sete Portas para evitar novas ocorrências desta natureza.

Ainda segundo o DCS, informações da 58ª CIPM ressaltam que por volta das 10h, policiais militares da unidade foram acionados pelo Cicom para atender a uma ocorrência de protesto na Rua Cônego Pereira e  na Rua Bandeirantes, nas proximidades da comunidade conhecida como Pela Porco, na Sete Portas .  

No local, a guarnição constatou o fato, havia moradores da comunidade queimando objetos e obstruindo as duas pistas, sentido Rótula. Os policiais negociaram a desobstrução da via e o protesto foi encerrado.

O DCS esclareceu ainda que o protesto foi motivado por uma ação realizada pela 2ª CIPM no domingo (28/03) em que um suspeito foi alvejado após uma troca de tiros na região. O homem fugiu e deixou para trás uma pistola .40 e um rádio transmissor. A ocorrência foi registrada na Central de Flagrantes.