Papa pede que FMI e Banco Mundial reduzam dívidas de países pobres

O papa Francisco disse aos líderes das finanças do mundo que os países pobres atingidos pelo impacto econômico da pandemia de covid-19 precisam ter reduzidos os fardos de suas dívidas e receber uma voz maior na tomada global de decisões.

Em carta aos participantes do encontro anual de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial, o papa disse que a pandemia forçou o mundo a lidar com as crises inter-relacionadas nas áreas sócio-econômica, ecológica e política.

“A noção de recuperação não pode se contentar com o retorno a um modelo desigual e insustentável da vida social e econômica, onde uma minúscula minoria da população mundial detém metade da riqueza”, disse o pontífice na carta, datada de 4 de abril.

Ele disse que um espírito de solidariedade global “exige, no mínimo, uma redução significativa do fardo da dívida das nações mais pobres, que foi exacerbada pela pandemia”.

Copom eleva juros básicos da economia para 3,5% ao ano

Em meio ao aumento da inflação de alimentos, combustíveis e energia, o Banco Central (BC) subiu os juros básicos da economia em 0,75 ponto percentual pela segunda...

Postos SAC Camaçari e Valença ampliam horário de atendimento ao público

Os postos SAC Camaçari e Valença ampliaram o horário de funcionamento. As duas unidades anteciparam em uma hora o início das atividades diárias, para aumentar a capacidade...

Três incríveis benefícios da canela para a saúde

A canela é uma especiaria popular. É rica em cinamaldeído, que se acredita ser o responsável pela maioria dos benefícios da canela para a saúde. A canela...

Novas fábricas devem investir R$ 5 milhões em Lauro de Freitas, Vitória da Conquista e Itapetinga

Três novos empreendimentos devem promover a geração de 285 empregos diretos, com investimentos de mais de R$ 5 milhões, em três municípios, de acordo com a Secretaria...