Homens são presos com drogas, comidas e bebidas que seriam jogados em presídio de Salvador

Cinco criminosos envolvidos em uma das ações foram conduzidos para a Central de Flagrantes.

No intervalo de cinco horas o Batalhão de Guardas (BG) da Policía Militar frustrou, na sexta-feira (17), três arremessos de materiais ilícitos para o Complexo Penitenciário Lemos Brito, no bairro de Mata Escura, em Salvador. Quatorze quilos de maconha prensada acabaram apreendidos e cinco criminosos envolvidos em uma das ações foram conduzidos para a Central de Flagrantes.

A primeira ação impedida ocorreu por volta das 4h, quando policiais, na área da 1a Companhia, perceberam movimentação suspeita. Na averiguação, as guarnições avistaram um grupo com sacolas tentando lançar para a parte interna do presídio. Nessa ocorrência foram apreendidas mais de seis sacolas com drogas, bebidas alcoólicas, alimentos e outros materiais.

Já às 8h20, o efetivo que estava em uma das guaritas do complexo percebeu a presença de seis pessoas nos arredores da unidade, também com sacolas. Os policiais acionaram outros integrantes do BG que juntos iniciaram as diligências e capturaram cinco envolvidos na ação criminosa.

Com eles foram encontrados drogas, panelas, alimentos, dentre outros itens.
Um deles conseguiu fugir. O grupo foi apresentado na Central de Flagrantes.

A última apreensão do dia aconteceu por volta das 9h30 por policiais da Companhia de Intervenção Prisional (Cirp) durante buscas nas áreas de mata do complexo. Nas varreduras, os PMs localizaram sete tabletes de maconha. Em continuidade à ação, eles encontraram seis sacolas (pesando 20 kg cada) com bebidas alcoólicas e alimentos.