HGE completa 31 anos e tem atendimento exclusivo a casos de trauma

O Hospital Geral do Estado (HGE) completou 31 anos de funcionamento esta semana, contabilizando, somente em 2020, um total de 47.584 pacientes atendidos, e destes, 11.086 necessitaram de internamento, resultando em 11.899 cirurgias. No último mês de março, o HGE atendeu 3.096 pacientes e realizou 1.747 cirurgias. Desde março do ano passado, a unidade passou a operar apenas como centro de referência estadual para casos de trauma.

Um ano depois, o número de atendimentos demonstra que o atendimento está ocorrendo de modo mais célere, os pacientes estão sendo submetidos às cirurgias mais precocemente e, consequentemente, a alta hospitalar tem sido agilizada. “Com isso, conseguimos fazer o que chamamos de giro de leitos e atender todos os pacientes”, completa o médico André Luciano Santana, diretor geral do HGE.

Ainda conforme André Luciano, os resultados positivos alcançados nesse período “reforçam o pensamento acertado de transformar o HGE em um hospital exclusivo para trauma, e aos poucos, a população está desvinculando a unidade do perfil do antigo Hospital Getúlio Vargas, que era o único hospital público de portas abertas, que atendia a qualquer demanda”.

Equipe qualificada

O Hospital Geral do Estado tem uma equipe qualificada em mais de 20 especialidades para atender trauma, que vinha se ocupando com muitos atendimentos a casos leves. “O acerto da destinação do HGE para atendimento exclusivo a casos de trauma fica mais evidente quando se observa a melhora expressiva na qualidade da assistência e no grande número de pacientes cirúrgicos que estão sendo , pontua o diretor da unidade.

Pacientes regulados

O HGE atende com prioridade pacientes regulados pelo Samu ou pela Central Estadual de Regulação, oriundos de hospitais e UPAs de todo o estado, desde 28 de março de 2020. Por conta disso, as demandas que não apresentem risco de morte devem buscar atendimento em Unidades Básicas de Saúde ou UPAs.

Com o novo perfil do hospital, os pacientes dos 417 municípios baianos que necessitam de atendimento nas áreas de ortopedia, oftalmologia (trauma), otorrinolaringologia e outras, além de queimados, passaram a acessar o HGE, em Salvador, como unidade 100% dedicada a casos graves.

HGE 1 e 2

O HGE, que acaba de completar 31 anos de inaugurado, substituiu o antigo Hospital Getúlio Vargas (Pronto Socorro), que atendia toda a população, criando-se assim cultura de se buscar a unidade para qualquer tipo de demanda. Em 2016, foi inaugurado o HGE 2, duplicando a capacidade de atendimento da unidade. Atualmente, o complexo (HGE 1 e 2) é referência para os atendimentos de média e alta complexidade. É o maior hospital especializado em trauma do Estado da Bahia. São 60 leitos de UTI geral, oito pediátricos, quatro na unidade de queimados, um novo centro cirúrgico com dez salas de cirurgia. São mais de vinte especialidades e plantão 24 horas.

Morre aos 23 anos funkeiro MC Kevin

O funkeiro Kevin Nascimento Bueno, 23 anos, conhecido como MC Kevin, morreu na noite deste domingo (16/05). Ele caiu do 11º andar de um hotel na orla...

Construção de biodigestores irá reduzir impactos ao meio ambiente e gerar economia para famílias do semiárido

Pedreiros de municípios do Território de Identidade Piemonte da Diamantina participaram de oficina para construção de biodigestores, tecnologia que possibilita o reaproveitamento do esterco para gerar o...

Prazo para entrega da documentação do Partiu Estágio termina na próxima segunda (17)

O prazo para entrega da documentação do programa Partiu Estágio termina na próxima segunda-feira (17). Os 2.616 universitários selecionados precisam apresentar os documentos solicitados nos órgãos onde...

COVID-19: Pessoas com comorbidades com 18 anos ou mais são inclusos na vacinação nesta segunda-feira (17)

Confira a programação dessa segunda-feira, 17 de maio de 2021, em Salvador: 2ª DOSE CORONAVAC A Secretaria Municipal da Saúde de Salvador (SMS) dará continuidade nesta segunda-feira (17) à...