Bruno Reis entrega contenção de encosta em comunidade de Brotas

Os moradores da 2ª Travessa Pequeno Saldanha, em Matatu de Brotas, foram beneficiados, nesta segunda-feira (19), com a entrega de uma nova contenção de encosta. A proteção vai trazer mais sossego e tranquilidade às famílias que vivem na localidade, sobretudo em dias de chuva. O equipamento foi entregue em cerimônia simbólica pelo prefeito Bruno Reis, acompanhado da vice-prefeita e secretária de Governo (Segov), Ana Paula Matos, e pelo titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Luiz Carlos.

Com investimento de R$326 mil em uma área de 32,9m de largura e 4,5m de altura, a intervenção contou com serviços de drenagem, pavimentação com passeio e escadaria em tijolos, além de muros em concreto e de alvenaria de pedra. A construção teve como intuito impermeabilizar o talude que existe no local, evitando erosões, absorção de águas da chuva e possível risco de deslizamento do terreno.

“Essa obra era um sonho dos moradores daqui. Quando olhamos o antes e o depois desta realização, a gente vê o quanto ela está trazendo proteção, segurança e tranquilidade para as famílias, que agora podem chegar e sair mais fácil de suas casas e, principalmente, ter uma noite de sono tranquila em períodos de chuva. Esse é o objetivo maior da Prefeitura quando realiza contenção ou proteção de encosta”, salientou o Bruno Reis.

Alívio – O relato da moradora Eliana Sacramento, de 39 anos, demonstrou bem a importância da intervenção. Ela contou que há mais de 20 anos a obra vinha sendo solicitada na comunidade. Com o tempo e o desgaste, a passagem chegou a apenas um passo de largura. “Eu andava aqui na beiradinha, segurando na mão de Deus e pedindo para não cair. A situação era bem ruim e causava medo. Até mesmo minha sogra saiu daqui por conta dessa situação. Agora está tudo uma maravilha, só tenho a agradecer à Prefeitura.”

O motorista Geraldo Rodrigues, de 69 anos, comprovou a situação. “Eu não dormia no período de chuva, com medo de deslizamento. Já passei por aqui com alguém segurando minha mão para eu não cair. Agora está ‘filé’”, comentou.

Números – O prefeito também destacou que, em quase 20 dias, choveu em Salvador 405mm – mais do que o previsto para todo o mês de abril, que era de 290mm. Somente em três dias, a precipitação chegou em 280mm. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Salvador possui 1.040 locais de risco, sendo que 46% da população vive próximo a encostas.

“A cidade tem topografia irregular, marcada por vales e declives. Muitas pessoas, por falta de alternativa, constroem casa na encosta. Por isso, a Prefeitura, nos últimos oitos, vem executando uma série de obras preventivas com a finalidade de preservar vidas”, pontuou Bruno Reis.

Desde 2013, a capital baiana ganhou 103 contenções de encostas, totalizando R$116,3 milhões. De acordo com a Seinfra, ainda há oito intervenções do tipo em andamento e mais três a iniciar.

Além de contenções definitivas, a Prefeitura, por meio da Defesa Civil de Salvador (Codesal), aplica geomantas – estruturas formadas por um composto de PVC e geotêxtil com cobertura de argamassa jateada. Já são mais de 200 áreas de risco alcançadas com essa tecnologia.

Últimas Noticias

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe...