Covid-19: polícia investiga empresa por fraude em oferta de vacina

A Polícia Civil do Rio de Janeiro cumpre hoje (22) oito mandados de busca e apreensão contra suspeitos de fraudes em oferta de vacina contra a covid-19. A empresa e seus representantes são investigados por venderem lotes de imunizante Oxford/AstraZeneca a prefeituras sem garantir a entrega do produto.

Segundo a Polícia Civil, a empresa oferecia cada dose por US$ 7,90 para municípios. No entanto, como as doses de AstraZeneca estão todas destinadas a consórcios internacionais e a governos de países, não há doses remanescentes para serem comercializadas com empresas ou mesmo com estados e municípios.

Entre os municípios que receberam oferta da empresa, sediada em Recife, estão Duque de Caxias e Barra do Piraí, no Rio; e Porto Velho, em Rondônia. A capital rondoniense, por exemplo, já teria, segundo a Polícia Civil, feito o pagamento, mas ainda não recebeu as doses.

A operação está sendo feita em parceria com a Polícia Civil de Pernambuco e a Polícia Rodoviária Federal.

Exposição virtual divulga trabalhos de artistas de Cajazeiras

Imagine conhecer obras de artistas de áreas periféricas de Salvador como se estivesse no próprio local da mostra, mas sem sair de casa, principalmente neste período de...

Simm oferece 76 vagas de emprego para sexta-feira em Salvador

O Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (Simm) disponibilizou 76 vagas de emprego para sexta-feira (7), em Salvador. Os interessados devem fazer agendar atendimento pela...

Óleo de coco no cabelo? Fique a par dos benefícios

Não, por vezes não precisa de um produto inacessível para tratar do seu cabelo. Devido à sua capacidade de hidratar, nutrir e prevenir a perda de proteína,...

Prodetur Bahia conclui formação da rede de empreendedores da Baía de Todos-os-Santos

Uma live na noite desta quarta-feira (5) marcou o encerramento do Projeto Rede de Turismo da Baía de Todos-os-Santos (RBTS), que reúne mais de 200 empreendedores da...