“Rolezinhos nos shoppings”: Bahiense quer proibir entrada de adolescentes sem os pais aos sábados

O vereador Sandro Bahiense (Patriota) disse na manhã desta segunda-feira (26/04), em entrevista ao Informe Baiano, que “esses rolezinhos nos shoppings atingem a paz pública e a economia”.

“Já chegou ao limite do tolerável. O que aconteceu esse final de semana no maior shopping de Salvador foi uma barbárie. Lojistas fechando os estabelecimentos, pessoas desesperadas e a equipe de segurança de mãos atadas, enquanto esses infratores promoviam vandalismo, roubos e brigas”, disse Bahiense ao lembrar dezenas de vídeos que circulam nas redes sociais e mostram ações de adolescentes, na tarde de sábado (24/04).

O líder do Patriota na Câmara Municipal de Salvador ainda revelou que há relatos de apreensões de facas e até armas de fogo em alguns shoppings. O edil vai propor uma Audiência Pública com as presenças do Ministério Público, Secretaria de Segurança Pública (SSP), 35ª Companhia Independente da Polícia Militar, Comando de Operações Policiais Militares (COPPM), 16ª Delegacia Territorial, Delegacia do Adolescente Infrator (DAI), Departamento de Crimes contra o Patrimônio (DCCP), Prefeitura de Salvador e representantes dos lojistas para “discutir a problemática”.

“Os encontros acontecem sempre aos sábados. A gente tem que ter ações pontuais com muito cuidado e também não pode prejudicar aquele adolescente que vai se divertir, curtir um cinema e frequentar alguns locais”, refletiu.

“Em conjunto, precisamos encontrar uma solução e intervir. Uma proposta minha seria, todo sábado, que é o dia do encontro, proibir a entrada desses menores desacompanhados dos pais, que precisam fazer a sua parte. Em plena pandemia, esses meninos no shopping tocando o terror? Cadê os pais? O direito de ir e vir é um princípio do Estado Democrático de Direito. Eles tem o direito de ir e vir, mas não podem impedir os demais”, finalizou Sandro Bahiense.

Nota do Salvador Shopping

Sobre a movimentação registrada na tarde deste sábado no empreendimento, a administração esclarece que o fato foi resultado de conflito entre os próprios adolescentes, cuja situação foi rapidamente contida pela equipe. A Polícia Militar foi acionada para acompanhar a situação. O empreendimento seguiu funcionando normalmente até as 20h.

Correria e pânico no Shopping Salvador; vídeo