Salvador inicia segunda etapa da vacinação contra a gripe nesta terça (11)

Foto: Bruno Concha/Secom

A segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza em Salvador começa nesta terça-feira (11). A partir de agora, a estratégia contemplará os idosos com idade igual ou superior a 60 anos e os professores das redes pública e privada lotados na capital. A estimativa é de que sejam vacinadas 427 mil pessoas até o dia 8 de junho.

As doses estarão disponíveis para os novos grupos de idosos e professores exclusivamente no drive-thru do Shopping Barra, na Avenida Centenário. Além disso, as doses podem ser acessadas nas salas de vacina dos 109 postos de saúde (pontos fixos) da mobilização de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h.

Com a inclusão desses públicos alvos, vacinados também contra a Covid-19 na cidade, é preciso se atentar para o intervalo de 14 dias para a aplicação entre os dois imunizantes. A infectologista da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Adielma Nizarala, salienta que deve-se priorizar a imunização contra o novo coronavírus.

“Esse prazo de duas semanas é recomendado para que a vacina consiga gerar resultados, com a produção de anticorpos correspondentes aos efeitos de cada imunizante, independente de qual deles foi aplicado primeiro. Então, se alguém receber a vacina contra a Covid-19, deve aguardar pelo menos duas semanas antes de tomar qualquer outra dose e vice-versa”, explica a médica.

O objetivo da ação é reduzir complicações, internações e mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da gripe, além de evitar colapso do serviço de saúde em tempos de pandemia do novo coronavírus. A lista completa dos postos da vacina contra gripe pode ser consultada no site www. saude. salvador. ba. gov. br .

Balanço – Assistidos desde o início da estratégia contra a gripe, as crianças com idade entre seis meses e menores de seis anos, gestantes, puérperas e trabalhadores da saúde passam a ser atendidos apenas nos pontos fixos, a partir desta terça (11). A campanha contra a Influenza tem tido uma baixa procura na capital – cerca de 32% dos indivíduos habilitados foram vacinados. A meta é imunizar 90% do público eletivo.

O trabalhador da saúde é o público que menos procura pela vacina contra a gripe em Salvador: apenas 22% dos contemplados compareceram aos postos. Por outro lado, as puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) lideram no ranking dos grupos prioritários, com 40% de imunizadas, seguida de crianças entre seis meses e seis anos (39%) e gestantes (32%).

“A vacinação é a principal medida preventiva desta enfermidade que apresenta maior incidência nos meses de junho e julho. Por esse motivo, é importante a imunização agora para que, no período de pico da doença, as pessoas com maior vulnerabilidade estejam protegidas, e essa baixa procura pela vacina nos preocupa. Em tempos de pandemia do coronavírus, não precisamos de leitos de emergência ocupados por indivíduos com sintomas gripais”, ressalta a subcoordenadora de Imunização da SMS, Doiane Lemos.

Municípios da região de Guanambi têm venda de bebidas alcoólicas proibidas até 1º de julho

A partir deste sábado (19), fica determinada a restrição de locomoção noturna das 20h às 5h em 23 municípios da região de Guanambi. Também está proibida a...

Apresentadora da Record chora durante programa ao vivo e revela que já foi estuprada

A apresentadora do Balanço Geral na TV Cidade, afiliada da Record no Ceará, Luciana Ribeiro, fez um desabafo, na quinta-feira (17/06), durante o programa ao vivo e...

Invictos, Flamengo e Bragantino duelam pelo Brasileiro no Maracanã

Flamengo e Bragantino se enfrentam neste sábado (19) no Maracanã, às 21h (horário de Brasília), pela Série A do Campeonato Brasileiro. Os dois clubes seguem invictos. Os rubro-negros somam duas vitórias em...

Preço do etanol volta a subir

Os preços médios do etanol hidratado subiram em 17 Estados na semana de 13 a 19 de junho, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo,...