PM e Seap encontram 16 celulares em celas de presídio

Uma ação integrada entre o Batalhão de Guardas (BG) da Polícia Militar e a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) resultou na localização de 65 itens, entre eles 16 celulares, em celas do Complexo Penitenciário da Mata Escura.

O comandante do BG, major Flávio Farias, explicou como aconteceu a ação que tem por finalidade encontrar possíveis objetos ilícitos . “A Seap solicita, por meio de ofício, nosso apoio para a realização dessas revistas. Nessas ações atuamos com o efetivo da Companhia de Intervenção Prisional (Cirp) que, com a ajuda do canil, faz a segurança das equipes e a retirada dos detentos para que sejam promovidas as buscas”, explicou o oficial.

Nas celas foram apreendidos 16 aparelhos celulares, sete chunchos (objetos com pontas perfurantes), seis facas, cadernos com anotações, dois carregadores de baterias, 18 carregadores, oito fones de ouvido, três baterias, dois cabos USB, dois chips e um pendrive.

Os materiais foram entregues ao Grupo de Segurança Institucional (GSI) da Seap.